segunda-feira, 1 de outubro de 2007

O 'SILÊNCIO' DE DEUS


Muita gente questiona a existência de Deus quando imagens de guerras, fome, miséria, tragédias, carnificinas, calamidades, etc., revelam uma terrivel indiferença por parte de quem tendo formado o Mundo e o Universo e criado os homens “à sua imagem e semelhança” se afasta deixando-os entregues a si mesmos como crianças que caminham por uma estrada sem visão dos perigos.

As dúvidas sobre a ‘Bondade’ ou ‘Poder’ de Deus, colocadas por uma mulher como Irmã Teresa de Calcutá, por exemplo, e pelo próprio Papa Bento XVI que fez umas interrogações quando visitou o antigo campo de concentração nazi em Auschwitz, em 2006, perguntando publicamente porque é que Deus estava em ‘silêncio’ perante o massacre de cerca de 1,5 milhões de pessoas, na sua grande maioria judeus que perderam a vida naquele local, não deixa de ser interessante e até corajosa a sua questão.

Pessoalmente penso que Deus não se intromete no “livre-arbítreo” dos seres humanos que engendram os seus próprios males e sofrimentos, pois ao fazê-lo teria que destruir talvez grande parte da Humanidade ou a sua totalidade, por esta ter degenerado há muito de sua verdadeira condição e criado no Mundo um estado de coisas tal que este já está carecendo urgentemente duma cósmica Intervenção.

A verdade é que os homens seguiram por caminhos opostos àqueles que foram indicados pelos Mestres e Profetas da Humanidade que ensinaram princípios basilares para uma vida de Paz, Amor e Harmonia, mas acabaram sendo rejeitados, perseguidos e até crucificados, exaltando-se os falsos mentores e poderosos da Terra que instituem suas leis contrárias ao bem da Vida, da Natureza, da Ordem do Universo, negando o próprio Criador, e depois de surgirem os resultados de tanta Iniquidade, falta de consciência e sabedoria, levantam-se vozes aos céus questionando a existência de Deus, e até O acusam de ser o culpado de tantas guerras, ódios, injustiças, calamidades, quando Ele criou o Belo e Maravilhoso para a Vida do Universo cheio de Eterna Harmonia.

Tenho a certeza que acabará para sempre o mal neste Mundo no dia em que todos vivermos mais de acordo com a nossa humana e verdadeira condição e não gerarmos mais ‘karma’ negativo que se reflectirá sempre, nesta ou noutra vida, no decurso de nossa evolução. A falta de entendimento destas coisas é que leva os homens a viver de forma errada, colhendo sempre o que semeiam na esteira dos séculos e dos milénios, gerando o mal que existe nesta Civilização. Nada acontece por acaso, porquanto há leis imutáveis de Causa e Efeito que tudo ajustam no tempo e no espaço e somos os únicos responsáveis pelo que acontece na Terra onde vivemos e forjamos nossos destinos de geração em geração.

Devemos mudar tudo o que está mal, sim, hoje mesmo, aqui e agora, para vivermos amanhã mais livres e felizes. Penso que o grande problema da Humanidade ao longo dos tempos está no facto de ter afastado Deus de suas vidas e dado lugar à ‘Besta’ que foi criada e mantida pelos humanos que persistem ainda numa vida contrária à Vontade Divina, prevalecendo a vontade dos homens que acabam vítimas de sua própria Degeneração.

Pausa para reflexão!
Rui Palmela

12 comentários:

  1. Olá meu amigo Rui

    Engraçado lendo o teu texto me fizeste recordar um texto meu que fiz há duas semanas. Estranho que eu fiz com o titulo na Busca de Deus, tu me conheces que eu sou simples nas minhas palavras e vou só colocar aqui um bocado desse texto.
    " Precisamos de mudar dentro de nós mesmos, deixar o coração falar mais alto que a razão que sempre nos arrasta para as dúvidas e implanta o medo de... Todos temos o medo sempre presente mas será que ele alguma vez existiu ou somos nós mesmo que o inventamos para ter desculpa de avançar na vida.

    Larguem esse medo, joguem no lixo, libertem amor, fraternidade, bondade e esperança de aprender a viver em harmonia entre irmãos para que a paz seja possível para as nossas futuras gerações.

    Eu descobri que Deus sempre esteve comigo somente eu não o compreendia e deixava ele tocar a minha mente que estava tão ocupada com a minha vaidade, prepotência e a minha falta de humildade perante a vida e todos os meus irmãos.

    Hoje vejo Deus nas mais pequenas coisas,na natureza que esta repleta de beleza, nas mais simples palavras, num simples abraço, um sorriso, um acto...

    Descobri que Deus é amor puro, uma energia linda, repleta de paz e harmonia que jamais pune e condena os seus filhos sejam eles quem eles forem, caminhem eles em que caminho, seja na luz ou na escuridão.

    Por isso vós peço que comecem a despertar as vossas consciências e comecem a vossa busca ao amor universal que é único e o maior tesouro que levam da terra juntamente com a vossa bagagem de sabedoria e actos cometidos no amor.

    Eu encontrei Deus e vocês? ""

    Esta parte do texto acho que irá de encontro ao que temos que mudar e transformar em cada um de nós e passar aceitar amor e doar a todo o universo.

    ResponderEliminar
  2. Evangélico15 julho, 2008

    Fantástico texto. Muito bem colocada sua opinião, dizendo que o homem questiona a existência de Deus diante de tantos males, quando, na verdade, o próprio homem é quem os causa.
    É o livre arbítrio dado por Deus.

    Se ele (Deus) tivesse que intervir, não seria numa coisa ou em outra, mas sim em tudo, visto que toda a sociedade já está por total corrompida.
    Mas, você só errou em um ponto: quando disse que devemos nos esforçar para termos um amanhã melhor. Na verdade, amigo, o mundo não tem solução. Devemos, sim procurarmos sermos melhores, tadavia, acima de tudo, estarmos preparados para a volta de Jesus.
    O mundo vai de mau a pior, sem solução racional. Importa estarmos preparados para irmos para o céu, e pronto!

    ResponderEliminar
  3. Por minha parte vejo que o texto original do Rui Palmela , esta mais que certo no seu contiudo geral, tambem aprovo na sua integralidade , os comentarios do amigo anonimo , como tambem os do amigo, evangelico portque de facto Deus e amor mas tambem e justiça , a desgraça da humanidade e suas consequençias sao apenas o reflexo da nossa maldade , e ganancia humana , basta ver os artigos neste excelente site, para ver como nos tratamos o planeto terra, a nossa propria casa.
    JS

    ResponderEliminar
  4. Faço uma breve dissertação ao "silencio de Deus " um tema muito interssante,e polémico.
    Apesar do livre arbitrio dos humanos Deus interferiu no mundo quando concebeu esta Criação. Depois desligou-se e deixa pacificamente a vida seguir o seu curso evolutivo. MAs continua a existir uma questão importante; porque morrem as crianças inocentes que não tiveram tempo de fazxer bem ou mal? elas não têm karma para "wueimar, pagar". A unica explicação que encontro é que tiveram esse Karma noutras vidas anteriores.
    A guerra faz parte da vida,mas nunca de uma ida saudável, de uma vida em desiquilibrio, de uma vida de doença de ganancia de ódio etc... E toda esta negatividade implantou-se na mente dos homens com a mesma facilidade com que se implantou o Bem, o prazer, a paz.
    Uma coisa são as virtudes pertença do ego e sem as quais ele socobraria,e outra coisa muito diferente é a virtude vivida no plano espiritual e transcedental da própria existencia.
    O silencio de deus não é tolerancia ao mal mas espera da regeneração dos homens,mas como isso tarda a suceder ele deve intervir? Não, jáestá estipuladod esde o inicio que o mal só pode actuar e agir dentro de certos limites, a partir dos quais é inevitável a mudança.
    Gostava de ler a sua opinião Sr. Rui Palmela

    ResponderEliminar
  5. Olá amiga ou amigo que se assina por "Novas dimensões do Conhecimento",

    Começo por agradecer seus comentários nos vários tópicos que já leu neste meu Blog e respondendo ao seu desafio sobre a opinião que tenho sobre o "livre-arbítreo" dos seres humanos e os limites estabelecidos para o mal que provocam na Terra, creio que está chegando ao fim esta civilização que colhe tudo o que semiou neste século actual e vai ter que mudar de rumo nos próximos anos para se dar início a um Mundo Novo e uma Nova Era Universal.

    Um abraço fraternal

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  6. Caro Rui
    "Novas dimensões do cnhecimento " é o epíteto de meu blog.Ainda não descobri porque não vem o meu nome em vez do titulo,porquanto gosto quase sempre de me apresentar e de ser responsável por tudo o que escrevo.
    Mais uma vez parabens pelo seu blog que acho muito coerente, escrito por mentes sensatas e bondosas.
    O meu blog tem mais agressividade, sobretudo em matéria politica, pois sou um humanista e um revoltado contra este género de coisas que estão sucedendo. E o pior é que , quanto mais consciencia e sensibilidade a mente mente adquire mais a minha revolta é premente.
    www.jacintoportugal.spaces.live.com
    Este é o meu blog,e gostaria de conhecer a sua opinião sobre alguns tópicos. Estou a pensar lançar um livro sobre questões inéditos mas ainda estruturei as ideias neste sentido.
    O Sr. Rui é um ser da luz espiritual,disso não tenho dúvidas segundo o que tenho lido neste seu magnifico blog.
    Muitas almas assim fazem muita falta neste mundo para colmatar o mal e para indicarem aos humanos as imensas realidades que dormitam na sua consciencia à espera que a raça evolua para estados superiores de consciencia mistica.....

    ResponderEliminar
  7. Caro amigo Jacinto,

    Fico finalmente a conhecê-lo um pouco melhor e tratá-lo devidamente pelo nome com o qual assina seus textos no Blog que visitei e considero importantes pela forma como exrpime seus pensamentos.

    Agradeço também suas palavras em relação ao que escrevo no meu Blog que na verdade tem por objectivo 'agitar' as mentes e despertar consciências para um mundo melhor, com mais verdade e mais amor.

    Penso que também já conhece o meu site Nova Era onde transmito outro tipo de mensagens e conhecimentos mais de ordem mistica, filosófico/espiritual, entre outros assuntos de ordem esotérica e cultural. Através do meu Blog pode entrar na página principal.

    É com muito prazer que estabeleço consigo este diálogo de bons amigos que se identificam pelos mesmo ideais e crenças numa verdadeira mudança que vai haver aqui na Terra (quer os politicos desejem ou não) e todos vamos ter de estar preparados para os tempos dificeis que sobrevirão tal como os profetas vislumbraram por causa da forma como vive e se comporta o homem e sua forma de Civilização.

    Por fim, não é Deus (Justo e Bom)que nos castiga, mas sim nós seres humanos que vivemos de forma contrária às Leis da Vida, da Natureza e da Ordem Universal, trazendo mais cedo ou mais tarde todo o género de males e sofrimentos à nossa vida.

    Está na hora de mudar de rumo e renovarmo-nos na Luz trilhando aquele caminho apontado há mais de 2000 anos por Jesus.

    Abraço fraternal.

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  8. Obrigado amigo Rui,pelas suas fraternas palavras.
    Mesmo que todas as forças das trevas atentem contra os nossos grandiosos espiritos, desde que exista um só anjo a sorrir-nos, estamos salvos na/para a eternidade .
    JAcinto Pereira

    ResponderEliminar
  9. rui:

    você tem fortes influências religiosas , já reparou que a religião também é uma forma de propaganda e de alienação de massas. essa dos livres pensadores é treta porque ninguém é genuinamente livre quando tem influências que lhe moldam o subconsciente profundo e a religião molda o subconsciente profundo, a prova são as suas mensagens de visões de profetas apocalípticos, a moralidade do aprumo sexual, a desculpabilização de Deus face aos problemas do mundo, a culpabilização dos homossexuais face á disseminação da sida nos EUA, etc, etc.

    você para mim você não é um livre pensador nem um pensador livre.

    ResponderEliminar
  10. Rui Palmela10 abril, 2009

    Você é livre de pensar o que quiser a meu respeito, caro Paulo_R, assim como eu sou livre de pensar e dissertar sobre os mais diversos assuntos sem esperar que toda a gente concorde com o que escrevo ou digo na minha liberdade de pensamento.

    É possivel que dalgum modo a religião no meu país tenha tido influência na minha educação cristã que recebi na minha infância pelos meus pais que eram católicos e me transmitiram aquilo que era da tradição. Porém, caro Paulo-R, hoje me considero de facto um livre pensador ou pensador livre, pois nada me prende à Religião de Roma nem qualquer outra pois me sinto solidário com todas as correntes de pensamento cristão, muçulmano, budista, hinduista, etc., e todos os que não tendo religião praticam o bem e trabalham para um Mundo Novo com uma Nova Civilização.

    De resto, não importa se uns crêm em Deus e outros não, desde que sejam honestos e verdadeiros e sobretudo sejam humanos de bom coração. Certo?

    Nisto tenho encontrado gente boa, independentemente de suas opções sexuais, pois não sou juiz nem acusador de ninguém, faço apenas o meu papel de cidadão comum num mundo que desejo ver melhor, com mais verdade mais amor.

    Para isso, a grande mudança tem de começar em nós mesmos e eu a fiz há mais de 30 anos desde que despertei um certo estado de consciência e senti que devia fazer algo à luz do que acredito para uma vida melhor neste mundo, onde acabem as guerras, a violência, a maldade, a crueldade, a injustiça, a falsidade, etc., e todos sejam felizes numa Nova Era de Humanidade com mais amor e mais verdade.

    É nisso que acredito e não importa que eu para si não seja um livre pensador ou pensador livre, pois para mim é mais importante a minha convicção.

    Pausa para reflexão!

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  11. parei e reflecti, qual é a sua religião ? já que é a favor da sinceridade e da frontalidade poderá dizê-lo e não será por isso que os internautas irão descredibilizar as suas mensagens.
    pausa para reflexão mas sem muita retórica!!!

    ResponderEliminar
  12. Rui Palmela11 abril, 2009

    Caro Paulo_R

    Esclareço que sou um crente em Deus, o Supremo Creador da Vida e do Universo do qual fazemos parte desde o princípio como essência imortal que se manifesta na forma de existência desta vida material na qual evoluimos para o Infinito (na esteira dos séculos e dos milénios nos Sistemas de Mundos)para a Vida Universal, mas esta minha convicção não se limita a nenhuma forma de Religião e sim me desprendo delas pela minha própria Intuição que segue a Luz de Consciência acima das crenças e superstições que limitam as populações.

    De resto tenho por hábito dizer que "Deus não sonda Religiões, mas sim corações"... e nisto concluo meu pensamento dizendo que A LUZ É O CAMINHO, O AMOR É O SENTIDO!

    Se quiseres faz disto uma Re-ligião e liga-te ao Universo de alma e coração.

    Pausa para reflexão!

    Abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails