quinta-feira, 5 de março de 2009

SABER COMER É SABER VIVER!

VENCENDO A CRISE

No actual momento de Crise que a Humanidade atravessa, é importante e imperioso que as pessoas aprendam a comer para saberem viver e perceberem melhor a relação que existe nos comportamentos humanos com a degenerada forma de alimentação.

Os egoismos, as doenças, a indiferença, a violência, a crueldade ou desumanidade no mundo, tudo seria bem melhor se as pessoas se alimentassem de forma correcta e verdadeira, de acordo com a sua condição de seres humanos.

Aliás, recordo as palavras de Albert Einstein que dizia: «A maneira vegetariana de viver, por seu efeito puramente físico no temperamento humano, exerceria uma influência benéfica sobre toda a Humanidade»... Palavra de cientista!

Também o grande pacifista e humanista do século XX, Mahatma Gandhi, dizia: “O grau de cultura e de civilização de um povo, conhece-se pela forma como se alimenta e trata os seus próprios animais”...

Curiosamente, hoje o Chefe do IPCC da ONU, Dr. Rajenda Pachauri, faz um apelo ao não consumo de carne para salvar o Planeta de mais destruição, fundamentando seu pedido com base em estudos sobre Economia e Politica Ambiental, além dos benefícios que isso traria a nível da saúde dos homens e mulheres do século actual.

A verdade é que já a própria Bíblia falava disso há milhares de anos, no Génesis da Criação, onde está escrito o tipo de alimento destinado ás espécies e em particular ao homem. No Capítulo 1:29, está escrito o seguinte:

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dá semente (cereais, vegetais, leguminosas) que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore em que há fruto de árvore que dá semente (frutos diversos, oleaginosas) ser-vos-á para mantimento”.

Assim foi por muito tempo até que a espécie humana degenerou e aconteceu o Dilúvio, após o qual algumas espécies de animais podiam ser consumidas temporariamente até que tudo se restabelecesse e voltasse ao seu lugar, e o homem voltasse a produzir o seu alimento da terra tal como faz hoje.

Infelizmente grande parte da Humanidade viciou-se no consumo de carne (tal como outras coisas) e isso se tornou numa fonte de interesses económicos que levaram à Degradação do homem e sua forma de Civilização que sofre cada vez mais as consequências de sua degenerada forma de Alimentação. Esta é a verdade!

Por isso, há que voltar a viver de forma mais saudável e sustentável, além de que todos beneficiarão se fizerem uma alimentação vegetariana que além de ser mais económica para as familias, nestes tempo de Crise e Desemprego que o mundo atravessa, é seguramente a mais verdadeira que pode contribuir para um mundo mais pacífico e feliz.

Muito mais haveria para dizer sobre tudo isto, mas não me cabe agora dar lições de Culinária porque essa não é essa a minha função. Apenas afirmo que sou vegetariano há mais de 30 anos e sei que a alimentação do futuro vai ser essa (nem que seja pela força dos Acontecimentos) e seria bom que as pessoas começassem já a habituar-se à Nova Forma de Civilização.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

5 comentários:

  1. Porque a alimentação alteraria o comportamento de uma pessoa?

    ResponderEliminar
  2. Rui Palmela06 março, 2009

    Tudo tem a ver com a nossa estrutua biológica, caro Grifo, pois tal como na natureza os animais ferozes e violentos são os predadores carnívoros, o mesmo sucede com o homem. Certo?

    De resto, aconselho-te uma leitura atenta ao meu artigo A ALIMENTAÃO E A VIOLÊNCIA neste Blog e chegarás a uma conclusão de que o mau alimento determina ou influencia o nosso próprio comportamento.

    "Somos o que comemos e bebemos", e o estado na nossa alma está conforme o que fazemos, dizia o Pai da Medicina (Hipócrates) e isso hoje está provado por estudos que comprovam a afirmação.

    Além disso, ninguém mais duvida que a doença ou a saúde entra pela boca... sendo certo que "o homem cava a sepultura com os seus próprios dentes" como dizia um médico naturalista há muito tempo.

    Um abraço.

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  3. Pedro Ivan06 março, 2009

    Boa Novidade Rui, pois é vivemos num mundo muito materialista e consumista, fizeste bem em relembrar que, após o Dilúvio o homem poderia se alimentar dos animais provisoriamente, mas, tens razão os interesses económicos e comerciais falaram mais alto, fruto da ambição do homem louco, infelizmente eles são o comando deste comboio sendo que estando nos atrás, a maioria é forçosamente obrigada a segui-los (com a excepção de alguns) mas a maioria continuará a comer carne, porque é fácil adquiri-la e não vem os animais a ser mortos, compramos eles já mortos e preparados para consumo, Mas quando puder ser independente financeiramente, serei eu a fazer as leis e, é bem provável que opte por comer apenas vegetais.

    ResponderEliminar
  4. após que diluvio???

    Essas histórias não passam de algo com um significado simbólico...

    Não me considero violento, e como carne...

    ResponderEliminar
  5. Rui Palmela08 março, 2009

    O Dilúvio de que fala a Bíblia ocorreu mesmo, caro Grifo, não foi nada 'simbólico' como muitos julgam. Todos os textos sagrados das religiões mais antigas do Mundo o referem. Foi no tempo em que submergiu a lendária Atlântida há cerca de 12.000 anos atrás com a mudança de posição do eixo da Terra que coincide sempre a degeneração da espécie humana que é a mais violenta e predadora de todos os seres à face da Terra, tendo já originado de novo reacções astrofísicas e etéreo-astrais que se verificam nos tempos actuais.

    Quanto ao facto de me dizeres que não és violento e comes carne, entendo isso como uma justificação que eu também arranjava na minha juventude para não mudar hábitos nem comportamentos que é urgente mudar neste planeta antes que seja tarde e todos pereçam pelo mal causado na terra com esta forma de Civilização que vive e se comporta de forma errada, destruindo a Natureza e milhões de seres da Criação.

    Todos os dias são dizimados pelo "bicho-homem" (o mais violento da Terra)que se tornou o pior de todos os seres da Criação devido à sua errada forma de alimentação.

    Hoje eu entendo isso, mas antes não, e muita gente não entende nem quer entender...

    Pausa para reflexão!

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails