quinta-feira, 7 de junho de 2007

DOENÇA DE CHRON, O QUE É?


Está a aumentar em Portugal, nos últimos 10 a 20 anos, a doença de Chron que se caracteriza por uma inflamação crónica no aparelho digestivo (que vai desde a boca ao anus), concentrando-se especialmente nos intestinos.

Estima-se que em Portugal já existam mais de 25.000 pessoas com este problema nas várias camadas sociais, abrangendo crianças e adultos, havendo maior incidência entre os 19 e 40 anos de idade.

Quais as causas? Os médicos pouco dizem e alguns atribuem que tenha a ver com o meio ambiente ou as agressões químicas na agricultura ou as da industria alimentar (o que subscrevo), no entanto parecem esquecer que os hábitos alimentares dos portugueses degeneraram nas últimas décadas e que deram origem não só a esta doença como a tantas outras como o cancer, diabetes, obesidade, hipertensão, cardiovasculares, AVC’s, etc., que ceifam cada vez mais vidas na nossa população.

Quanto à doença de Chron propriamente dita, ela está directamente relacionada com certo tipo de alimentos que irritam a mucosa intestinal e/ou destroem a sua flora, causando uma lenta degradação do tubo digestivo que pode levar à intervenção cirurgica e remover parte dos intestinos. Conheço dois casos de jovens (hoje adultos), por exemplo, que eram muito frequentadores das lojas Macdonalds e consumiam muitos hamburgers com mostarda e batatas fritas. Um dia começaram a ter problemas intestinais com grandes crises que os levou a ter de ser operados e depois disso ficaram sentenciados a não fazerem mais aquele tipo de alimentação. Isto é elucidativo! De resto, não é do desconhecimento médico os malefícios da chamada "comida de plástico" e 'fast-food' tão consumida actualmente pelos nossos jovens e adultos pouco crescidos mentalmente, que parecem imitar-se nos hábitos pouco saudáveis que custam ao país milhões de euros anualmente, pois há cada vez mais doentes infelizmente.

Entretanto, alguns cientistas vão atibuindo a causa da doença de Chron a uma bactéria (a “ciberia”) detectada em alguns animais que pode chegar ao homem pela cadeia alimentar, e até especulam dizendo também que o medicamento ‘Viagra’ pode ajudar no tratamento desta doença que, segundo eles, “estimula o fluxo sanguíneo” e pode ser benéfica nos intestinos. Mais um disparate, digo eu, ou mais uma forma de promover a venda desta droga bem conhecida para casos de impotência ou estimulação sexual.

Enfim, cá por mim tenho outra visão das coisas e digo que esta doença (que já afecta milhões de pessoas em todo o mundo), é característica dos países industrializados por alguma razão. Não se verifica em povos que mantêm ainda hábitos sãos na sua dieta tradicional que infelizmente degenerou nas últimas décadas em Portugal. Por isso penso que enquanto não houver por parte do governo uma legislação que defenda da publicidade enganosa (o 'Marketing' agressivo que só visa o lucro e não a saúde e qualidade de vida das pessoas), continuarão a aumentar as vítimas desta e outras doenças da civilização, que são originadas pelos erros e maus hábitos da nossa alimentação.

O resto é conversa,

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

32 comentários:

  1. Sr. Rui Palmela, entrei no google para pesquisar sobre esta doença pois os médicos dizem que minha sobrinha tem este problema, e acabei conhecendo o site alvorecer, sou também defensora e amante do meio ambiente, gostei muito do seu comentário à respeito das várias doenças que assolam a população atualmente devido os abusos cometidos contra nossa natureza, enquanto o homem não se sentir parte da mesma as coisas só tendem a piorar. Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Sr. Rui Palmela, entrei no google para pesquisar sobre esta doença pois os médicos dizem que minha sobrinha tem este problema, e acabei conhecendo o site alvorecer, sou também defensora e amante do meio ambiente, gostei muito do seu comentário à respeito das várias doenças que assolam a população atualmente devido os abusos cometidos contra nossa natureza, enquanto o homem não se sentir parte da mesma as coisas só tendem a piorar. Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. sonia mariza19 junho, 2008

    Trabalho com produtos naturais e conseguimos ajudar uma pessoa que tinha essa doença e já havia feito várias cirurgias para retirar parte do intestino que ficava "colada". Com a indicação de produtos de Aloe Vera e outros totalmente naturais (sem quimica sintética) conseguimos um resultado maravilhoso e a está com o problema controlado e não precisou fazer mais cirurgias.Concordo plenamente com o fato de ser a alimentação a maior "vilã" em todos os problemas de saúde e se formos lembrar de um ditado "O peixe morre pela boca" e aplicarmos a nós é isto que está acontecendo. Só que assim como o peixe temos a opção de fisgar ou não o anzol......Vamos pensar....

    ResponderEliminar
  4. Rui Palmela19 junho, 2008

    Obrigado pela participação neste Blog.

    Sobre o assunto em título, concordo plenamente com a Sonia Mariza a respeito dos produtos naturais que podem ajudar a combater ou a controlar este problema sem recorrer a cirurgias.

    Na verdade esta doença no aparelho digestivo se origina basicamente da má alimentação, sendo os jovens principalmente os grandes consumidores de alimentos nocivos como as carnes e seus derivados (cachorros-quentes, hamburgers, etc.) adicionando a mostarda que é altamente corrosiva das mucosas intestinais, além das batatas fritas e coca cola, sendo esta bebida utilizada até na limpeza de metais e circuitos de refrigeração dos automóveis.

    Sabiam isto?

    Na verdade, "pela boca morre o peixe"... e o homem também, sendo certo que "o homem cava a sepultura com os próprios dentes".

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  5. boa tarde
    o meu marido tem doença de chron detectada há já oito anos sofrendo já duas cirurgias.Neste momento esta'a fazer um tratamento a uma anemia originária da própria doença, no entanto é uma pessoa que segue á risca o que lhe é dito pelos medicos e mesmo assim anda quase sempre "mal disposto".Tivemos que aprender a viver com o crhon e tentamos fazer uma vida dita normal.Desde já os nossos agradecimentos aos medicos que o seguem: prof. Fernendo Magro, Dr. Pedro e Dr. Frederico, excelentes profissionais.

    ResponderEliminar
  6. Experimente ir com seu marido a uma consulta de medicinas alternativas, prezada amiga "anónima" e decerto obterá melhores resultados com produtos naturais, regeneradores do trato intestinal, bem como uma boa orientação a respeito da alimentação.

    Grato pela sua participação.

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  7. Olá Doutor!

    Sou brasileira , e tenho uma amiga que sofre muito com essa doença , gostaria de saber mais sobre os produtos naturais e medicina alternativa , essa amiga , ja esteve a beira da morte muitas vezes , porém nunca soube que tivesse feito cirurgias, gostaria de oder ajuda-la com informações corretas de tratamento.
    Atenciosamente

    Viviane Coelho

    ResponderEliminar
  8. Rui Palmela23 outubro, 2008

    Olá Viviane Coelho,

    Primeiro começo por esclarecer que não sou médico embora tenha conhecimentos suficientes para falar sobre Saúde e Nutrição.

    Quanto à tua amiga que tem a doença de Chron, a primeira coisa a fazer é eliminar completamente a carne e seus derivados da alimentação, substituindo por peixe e eventualmente ovos cozidos no máximo dois por semana.

    O arroz integral é óptimo para o tubo digestivo em vez de batatas, pois age como uma "vassoura" nos intestinos, mantendo-o sempre limpo, além de fornecer importantes vitaminas do grupo bem que são importantes para a flora intestinal.

    Nada de fritos nem refogados ou molhos picantes. As refeições devem ser à base de cozidos e grelhados. Pouco sal na comida. Evitar doces e chocolates, se tiver grande desejo ter em conta a quantidade, pois a dose é que faz o veneno...

    Coma fruta da época bem lavada e também cozinhada. Evitar lacticínios, o leite não é o melhor alimento para esse tipo de problema, embora possa consumir de vez em quando um iogurte magro de preferência natural.

    Comer sopas de legumes (diversos) de preferência em puré e deitar o azeite só no fim que tenha menos de 1º de acidez.

    Pode comer pão diariamente mas evite misturar na mesma refeição com outros alimentos como por exemplo arroz ou feijão. É melhor comê-lo fora das refeições, ao café ou lanche, com um pouco de doce ou margarina de soja.

    Beber chá para os intestinos que pode encontrar na secção de dietética de um hipermercado ou ervanária. O Pau d'arco ou "ipê roxo", da flora brasileira, é excelente. Além de ser anti-canceroso, é anti-anémico e um bom cicatrizante interno.

    E pronto, amiga, ficam aqui estas sugestões que podes transmitir à tua amiga e outras pessoas podem aproveitar para esta doença.

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  9. Vamos participando neste site do prezado amigo Rui Palmela, um homem de bem, e uma espécie de santo sobre a Terra.Creio que ele tem uma evolução parecida á de um santo e que é uma pessoa feliz. Está a encontrar essa felicidade em proproções maiores nos seus actos ao mundo.
    O seu site foi-me recomendado por uma amiga, e fico estupefacto com tantas formas de conhecimento verdadeiro,ou pelo menos que têm profundidade sufciente para nos fazer reflectir além do quotidiano.
    Todas as doenças têm um mal comum; o desiquilibrio da mente-corpo, que se reflecte no corpo astral, ou que daí advêm.
    Era tempo desta humanidade evoluir - sobretudo os governos incentivarem- para passarmos para estados de consciencia em qe todo o bem subsista e as doenças estejam ausentes,porque é num corpo saudavel que os homens evoluem para a vida espiritual e o põem ser felizes.
    Onde mora a felicidade e o amor, o sofrimento da doença está ausente pois são incompativeis ambos estes sentimentos, e além disso a morada do bem não permite a subsistência de qualquer forma de mal

    ResponderEliminar
  10. Fico sensibilizado com suas palavras, amigo das novas dimensões do Conhecimento, por reconhecer valor naquilo que faço sem qualquer interesse que não seja apenas o de dar meu melhor contributo por um mundo mais humano e verdadeiro, onde todos sejamos felizes.

    Se eu conseguir influenciar nem que seja uma só alma nesse sentido, libertando-a do erro e da ignorância como causa do mal deste mundo, já não dou o meu tempo perdido.

    Um grande abraço,

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  11. A Doença de Crohn caracteriza-se por inflamação crônica de uma ou mais partes do tubo digestivo, desde a boca, passando pelo esôfago, estômago, intestino delgado e grosso até
    o reto e ânus (geralmente intestino grosso e reto).

    Várias pesquisas tentaram relacionar fatores ambientais, alimentares ou infecções como responsáveis pela doença, porém observou-se que fumantes têm 2-4 vezes mais risco de tê-la e que particularidades da flora intestinal (microorganismos que vivem no intestino e ajudam na digestão) e do sistema imune (mecanismos naturais de defesa do organismo) poderiam estar relacionadas. Nenhum desses fatores, isoladamente, poderia explicar por que a doença se inicia e se desenvolve. O conjunto das informações disponíveis, até o momento, sugere a influência de outros fatores ambientais e de fatores genéticos.

    Tida como autoimune, comunmente é tratada com imunossupressores e corticoesteroides com danos á saúde por efeitos colaterais.
    Porém pode-se obter grande sucesso com uso de nutrientes recontrutores de mucosa, alimentos funcionais que contenham substancias que desinflamam e ajudam na cicatrização da mucosa intestinal(local onde as lesões aparecem).

    Desconsidarada quase sempre, a nutrição na verdade pode ser a saída para melhora intensa dos sintomas e da doença.

    Dr.Ricardo de Godoy, Médico.

    ResponderEliminar
  12. Confesso ter ficado surpresa com os Vossos comentários. Em 2007 foi-me diagnosticado Doença de Chron pelos sintomas que apresentava (dor abdominal, diarreias constantes acompanhadas de sangue...), fiz uma colonendoscopia e a partir daí comecei a tomar a Pentasa e folicil. Parei com os sintomas (na sua totalidade)há mais ou menos 1 ano...pelo que deixei de tomar os medicamentos porque passei a ficar "presa" de intestino. Andava a ser acompanhada com muita regularidade mas nunca mais repeti o exame. Ao ler os Vossos comentários com cirurgias À mistura...confesso ter ficado com mais receio. Até porque segundo me indicaram esta doença não tem cura e pode manifestar-se a qualquer hora ou dia, sem mais nem menos. É verdade? Ando melhor é um facto... mas depois de ler tanta coisa sobre o assunto não sei o que hei-de pensar.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  13. Sr. Rui Palmela,
    gostaria de saber o que sabe da DC e como fez uma avaliação tão segura do aparecimento da doença e do tratamento.
    Fala em erro de alimentação, mas conheço quem tenha sido até ter a doença vegetariano e muito equilibrado, desportista, nada de fumos e alcool e tem uma DC super agressiva.
    Daquilo que conheço não há explicação fácil. Sendo uma doença auto-imune até acredito que estará mais ligado à personalidade do organismo que ao ambiente. era bom que tudo fosse explicado pela alimentação! Aliás, dado o número de exemplos que fogem a qualquer regra, acredito que o universo não tem regras sequer.
    Quem sabe se as pessoas com auto-imunes não serão seres preparados para grandes mutações no nosso planeta?!
    Quem sabe...

    ResponderEliminar
  14. Ok, caro "Anónimo", pode até ser como vc diz mas duvido dessa sua afirmação sobre a pessoa que vc conhece com doença de Crohn super agressiva apesar de ter sido sempre um "vegetariano muito equilibrado" que parece ter perdido o controle da situação.

    Sendo assim, talvez uma dieta à base de carnes e feijoadas com chouriço, mariscos e etc., com umas cervejas e copos de tinto à refeição, seja melhor... Quem sabe! E já agora uns cigarrinhos e uns wiskies pode ser que dê algum resultado no 'tratamento'...

    Caro amigo, desculpe minha ironia, mas é evidente que todas as doenças não se explicam apenas pela alimentação e sim por conhecimentos mais profundos que a Medicina desconhece, pois envolve questões kármicas de vidas pretéritas que se reflectem na vida presente. Muito daquilo que os médicos referem como carga genética ou doenças hereditárias tem a ver com essa questão.

    De qualquer forma, pode-se sempre contrariar essas tendências corrigindo erros de comportamento e respeitar mais o nosso corpo como "templo do espírito" que infelizmente tem sido tão conspurcado ou maltratado com uma degenerada forma de alimentação, sendo certo que a maior parte das doenças degenerativas são o reflexo da má nutrição.

    De resto, já o Pai da Medicina (Hipócrates) dizia isso mesmo, afirmando que "Somos o que comemos e bebemos" e que o estado da nossa alma está conforme o que pensamos e fazemos.

    Seria bom que todos percebessemos melhor esta questão e corrgíssemos tantos e erros e maus hábitos de vida, principalmente os da alimentação.

    Pausa para reflexão!

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  15. Ok, não precisa ficar tão zangado.
    Entendo que queira ver um mundo perfeito, é legítimo sonhar isso, mas a realidade da vida muitas vezes não é a perfeição e devemos aceitá-la.
    Se curar certas doenças fosse assim tão simples, o mundo seria bem diferente não acha?
    Ou acha que as pessoas gostam de sofrer os horrores da doença?
    Pode até ser como diz uma questão karmica, questões de vidas passadas e assim, mas a verdade é o aqui e agora, e quem está doente quer é saber da sua vida agora.
    Quem está bem está bem! Quem não está é que sofre com isso.
    Desculpe se esta forma de ver a questão vai contra a sua forma de ver as coisas, mas esta é uma outra forma de ver também.

    ResponderEliminar
  16. Não estou zangado, caro amigo, apenas lhe respondi de acordo com a minha visão do mundo e das coisas em que acredito, talvez diferentes daquelas em que você acredita e respeito.

    Claro que sonho em tornar este mundo mais perfeito, creio que é isso que toda a gente pretende, mas é impossivel alcançarmos tal objectivo cometendo erros diariamente (por incúria ou ignorância) e não corrigirmos comportamentos que estão na origem de tantos males e sofrimentos.

    Um dia destes alguém dizia que o homem passa metade da vida a criar suas doenças e depois a outra metade a tentar curá-las...

    É isso que se passa infelizmente!

    Um abraço

    RP

    ResponderEliminar
  17. Boa noite a todos!
    Possuo a doença de Chron e gostaria de saber se ela é hereditária, se nasci com ela ou adquiri ao longo da vida.
    Se foi descoberto o nome da bactéria que degenera o intestino, então porque um antibiótico específico para esta bactéria, não consegue destruí-la?
    Se dizem que é bactéria, então como dizem também que é uma reação do meu próprio organismo que causa a destruição dele mesmo?
    É decorente do pro[prio organismo ou da bactéria?
    A medicina está tão avançada, então, porque não sugere trocar todo o trato intestinal por intestino de animal?
    É possível esta doença chegar até a garganta, ou a boca?
    Posso transmitir parte destas bactérias para um parceiro sexual e o mesmo contrair esta doença? Ou até mesmo através de transfusão de sangue?
    O cansaço que eu vivo sentindo, é característica desta doença, mesmo a anemia estando curada?
    E o inchaço constante na barriga, existe medicamento que abaixe o volume do intestino?
    São tantas dúvidas, que só de pensar me cansa...não tenho ânimo mais para nada...é normal?
    Os olhos irritados, as diarréias constantes com sangue, o inchaço na barriga, as dores abdominais e o denânimo seguem p sempre o portador desta doença?
    Por favor, alguém me responda!!!!!
    Obrigada!!!
    Anônima de São Paulo - jaraguá

    ResponderEliminar
  18. Amiga Michele,

    Começo por dizer que não sou médico mas entendo o suficiente sobre Saúde e Nutrição para dizer que a doença de Chron resulta principalmente duma degenerada forma de alimentação como de resto a maior parte das doenças que conhecemos.

    De resto, o sábio Hipócrates (o Pai da Medicina) dizia isso mesmo: "Somos o que comemos e bebemos" estando a nossa saúde conforme o que fazemos.

    A verdade, querida amiga, é que nosso aparelho digestivo não foi feito para digerir cadáveres de animais (não somos carnívoros nem necrófagos) e sim uma alimentação sã do reino vegetal que degenerou há milhares de anos até ao século actual.

    Por isso digo que não há doenças hereditárias e sim hábitos hereditários (errados) que são já considerados normais e as pessoas não entendem que a verdadeira origem das doenças não está nas bactérias ou virus que abundam por todo o lado mas sim na forma como nos alimentamos e nos comportamos neste Mundo da Criação onde cometemos tantos erros e excessos em particular os da alimentação. Certo?

    Por isso importa começar a corrigir esses mesmos erros fazendo uma dieta alimentar adequada que no teu caso começaria logo por suprimir a carne e derivados e também o leite de vaca que irrita a mucosa intestinal, podendo no entanto consumir alguns iogurtes naturais com benefícios para a sua flora.

    Podes consumir peixe (cozido ou grelhado) e legumes. Nada de frituras nem molhos, apenas azeite extra-virgem no prato para temperar. Fruta nem toda, evita a ácida. Dá prefrência a fruta cozinhada como por exemplo as maçãs ou peros. Nada de mousses de chocolate, gelados ou semi-frios, nem tartes disto e daquilo ou folhados.

    O arroz integral é ideal para os intestinos, mas não mistures vários farináceos na mesma refeição (por exemplo não comas pão, arroz e batatas), isso provoca 'gases' que dão rigem aos inchaços intestinais com dores abdominais.

    Não bebas bebidas alcoólicas nem refrigerantes ou Coca-Cola.

    Água natural é o melhor. Sumos naturais de fruta também podes tomar (sem açucar) e chás de plantas. O Pau d'Arco ou Ipê Roxo é óptimo para teu problema. É um óptimo cicatrizante interno, anti-anémico e anticancerígeno.

    Enfim, amiga Michele, ficam aqui alguns bons conselhos para os tomares se quiseres segui-los.

    Abraços

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  19. Bom dia
    Tenho Chron à cerca de 1 ano.
    Não sendo médica já percebi que diferentes pessoas portadoras desta doença reagem também de diferentes formas aos mesmos alimentos. Eu não posso comer cebola, feijão, picantes, alcool, etc No entanto não tenho qualquer problema quando bebo leite, carne, etc
    É uma doença que nos obriga a conhecer melhor o nosso organismo e aquilo que nos afecta. Para além do mais, ninguém melhor que o médico que nos acompanha para nos poder dizer o que se deve ou não comer.
    Quando à expressão que comemos cadáveres... Quer dizer, somos carnivoros não necrófagos. Acho que a expressão tem um certo exagero.
    Cumprimentos
    Sónia Alves

    ResponderEliminar
  20. Olá Sónia,

    Li atentamente teu comentário e dizes que...

    "Eu não posso comer cebola, feijão, picantes, alcool, etc. No entanto não tenho qualquer problema quando bebo leite, carne, etc"..

    Pois eu diria, pelo que conheço sobre Saúde e Nutrição, que esses alimentos que consomes sem teres problemas problemas (a carne, o leite, etc. (o etc. não sei se tem a ver com conservas, enchidos, queijos, fritos, refogados, doçarias), pois são alimentos que afectam particularmente quem já tem alguns problemas de intestinos. De resto, eu diria mesmo que estão a surgir cada vez mais doentes de Chron, e cancro nos intestinos, cólon ou recto, por consumirem diariamente este tipo de alimentos durante décadas até ao dia em que surge o primeiro sinal de alarme que leva a terem de os evitar definitivamente.

    Se ainda não aconteceu contigo, então é bom que não deixes chegar a esse ponto, pois as carnes vermelhas em particular, os enchidos, os fritos e refogados, e também os lacticíneos, doces e chocolates, agravam a situação dos que já sofrem da doença de Chron.

    Por fim, dizes que achas um exagero a minha expressão em dizer que as pessoas comem "cadáveres de animais" e além disso os próprios órgãos e vísceras, e depois dizes que somos 'carnívoros' e não necrófagos...

    Bem, a verdade é que não somos uma coisa nem outra, pois nossa dentição e aparelho digestivo não é de forma senhuma semelhante ao dos animais carnívoros nem dos necrófagos mas sim é muito semelhante ao dos frugivoros em grau mais avançados por sermos naturalmente VEGETARIANOS e não "omnivoros" como nos ensinam nas escolas.

    Enfim, seria bom que conheces melhor nossa condição biológica e a verdadeira alimentação mais adequada à nossa espécie (humana) que engendrou inúmeras doenças e sofrimentos pelos maus hábitos alimentares, consumismos e desregramentos.

    ResponderEliminar
  21. Não tenho a menor dúvida de que a indústria alimentícia, seja a grande propulsora dessa e de outras mazelas já conhecidas, além outras que, de certo, ainda aparecerão. Apenas a título de ilustração, um único comentário: - O leite, se não resfriado entre 4 a 6 horas após extraído da vaca, invariavelmente estará estragado, processo que se inicia tão logo entra em contato com o meio ambiente. O que se deve imaginar do leite acondicionado pelo período de 120 dias numa embalagem Tetra Pack, sem qualquer resfriamento? Imagino que a conservação se faz por processo químico. E o que se faz com o produto não comercializado nesse prazo? Resposta, recicla-se. E tome mais química e mais 120 dias para comercialização. E o resultado? Gastrites, úlceras, Chron, câncer, e vai por aí.

    ResponderEliminar
  22. Informe-se.
    Você está a dar informações erradas e dietas também.
    A esta altura está tudo anémico e com diarreia.

    ResponderEliminar
  23. Caro "anónimo", diga de sua justiça e me corrija mostrando seu conhecimento do assunto, pois nada disse para me informar melhor do que eu informo.

    ResponderEliminar
  24. Janieide Santos14 maio, 2011

    olha eu tenho essa doença sinto muita dor quando esqueço de tomar remedeio dois dias em seguida eu tomo leite e não tenho diarréia mas fico triste em saber que tenho essa Doença chron será que e mesmo essa Doença? as vezes o medico fala que vai fazer outros exames para ter serteza o que dfevo fazer para ter serteza olha os remédios que tomo e o mezalazina

    ResponderEliminar
  25. Olá Janiede!

    A maior parte das doenças no aparelho digestivo resultam duma errada forma de alimentação que fazemos ao longo dos anos, pois é verdade que "nós somos o que comemos e bebemos" como dizia Hipórates (o Pai da Medicina) sendo certo que "pela boca entra a doença ou a saúde" como muito bem sabemos.

    Portanto, independentemente de teres ou não a doença de Chron, o teu problema pode até ser colite, o melhor mesmo é não comeres coisas que agravem a situação e olha que o leite de vaca nem é a melhor coisa para os intestinos, é preferivel comeres igourte magro natural, sem açucar claro ou ligeiramente adoçado com açucar mascavado (integral).

    Deves evitar sobretudo carnes vermelhas, frituras, enchidos, conservas, purés de batata, bolos, chocolates, bebidas gaseificadas, bebidas alcoólicas, etc.

    Uma alimentação mais saudável deve ser constituida por legumes, peixe cozido ou grelhado, arroz integral, fruta cozida, sopas (sem caldos de carne ou chouriço), pão integral, saladas. Utiliza azeite de boa qualidade para temperar e nada de vinagre!

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  26. Olá Rui!
    Sou da mesma opinião, que devemos dar mais atenção à alimentação, assim como à nossa espiritualidade, até porque estas doenças também estão relacionadas com o sistema nervoso.
    Desde que me foi diagnosticada esta doença alterei bastante os meus hábitos de alimentação. Deixei de comer carnes vermelhas, lacticínios, molhos.. e estou a inserir a soja nas refeições. O que mais me custa é evitar o queijo, mas prefiro ter uma vida saudável e fazer alguns sacrifícios. Uma vez que apenas fez referência ao peixe como substituto da carne, gostaria de saber a sua opinião em relação à soja. Recomenda os novos produtos que vão aparecendo no mercado à base de soja (hamburguers, salsichas, queijo, leites..) ou vamos cair outra vez no problema da industrialização? Muito obrigada

    ResponderEliminar
  27. Olá Joana,

    Começo por felicitar sua decisão de alterar os hábitos alimentares deixando de consumir carnes vermelhas e outros produtos nocivos à saúde e em particular ao aparelho digestivo onde começam a maior parte das doenças que obviamente também afectam a nossa mente, o sistema nervoso central e alteram a própria integridade do nosso "corpo astral".

    Quanto à pergunta que me faz em relação à soja, aconselho o seu consumo mas evite produtos que existem no mercado muito condimentados e que eu não os utilizo por causa disso, a não ser o leite de soja que consumo diariamente em substituição do leite de vaca, pois não somos bezerros, rssss. Também uso os iogurtes de soja e o 'tófu' além do 'seitan' ( carne vegetal feito do glúten de trigo que se pode cozinhar como a carne animal).

    O granulado de soja dissecado, que se põe de molho 1/2 hora antes de cozinhar, pode usar mas com moderação porque o excesso provoca ácido úrico tal como a carne. Mas é um bom substituto desta em todos os sentidos.

    Você tem razão em duvidar mesmo dos produtos naturais quando começam a ser muito industrializados.

    Um abraço.

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  28. Estou passando por uma face muito dificil, de uns meses para cá, sinto dores abdominais terriveis e logo apos tenho diarreias, mas de agora sinto q piorou pois do nada sinto uma colica e meu intestino solta e nao consigo segurar as feses, estou passando por varias situaçoes constrangedoras, pois tenho q trabalhar.Nao sei o que faço nao tenho vontade nem de sair de casa,nao quero mais me relacionar com ninguem pois tenho medo de acontecer isso.Enfim estou passado por uma tristeza muito grande, Procurei a ajuda medica e ele me pediu 2 exames a coloendoscopia e a manometria, poisnao consigo segurar. o posso fazer em questao de alimentaçao esegurança p poder trabalhar mais segura.

    ResponderEliminar
  29. Prezada amiga,

    Entendo seu problema e angustia por uma situação dificil que está atravessando e creio que o seu médico irá ajudar a resolver a situação logo que tenha o resultado desses exames que revelarão o que se passa.

    De qualquer forma pode começar já mudar sua dieta de forma a não piorar as coisas e deve eliminar alguns alimentos considerados nocivos à própria flora intestinal, como as carnes vermelhas por um lado e os doces ou açucar por outro.

    Também não deve consumir (por enquanto) verduras nem frutas cruas e salada, porque desprendem ainda mais os intestinos. No entanto pode consumir sopas de cremes de legumes (cenoura, cebola, abóbora e batata juntos), com pouco sal. Também não é aconselhável consumir nesta altura o próprio pão integral que apesar de saudável, ele é mais indicado na "prisão de ventre".

    Nada de fritos nem refogados, faça os alimentos cozidos ou grelhados. Isto aplica-se ao peixe ou um pouco de carne de frango sem gorduras. Nada de leite de vaca e sim pode consumir alguns iogurtes naturais que ajudam a refazer a flora intestinal.

    Pode beber também leite de soja mas não os que têm sabores a chocolate ou baunilha e sim os que são levemente adoçados com açucar de cana integral, pois o natural tem um sabor a feijão que nem toda a gente gosta.

    Nada de café e sim chás digestivos, bons para os intestinos. Procure nas ervanárias.

    Não consuma bebidas alcoólicas de nenhuma qualidade nesta fase.

    A fruta só cozinhada: maçã ou peros, nada mais.

    Coma bolachas de araruta que ajudam a parar as diarreias.

    E pronto, ficam aqui estas indicações que espero sirva para melhorar a sua situação.

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  30. Há um tempo, aconteceu algo que fez eu ficar muito nervosa...
    A partir daquele tempo, senti falta de apetite, enjoos, umas irritações no estomago, e parecia que eu ia mais no banheiro.
    Por uns dias parou, mas depois voltou com dores abdominais, inchaço na barriga, e eu perdi dois quilos...
    Vi uma vez que a doença de Chron pode atrasar o crescimento. Faz uns 2 anos que eu não cresço nada, o que não é normal para mim, já que eu sempre cresci bem (e estou em idade de crescimento). Nesses dois anos aumentei o uso de sal de fruta também porque me senti mais enjoada e cheia após as refeições.
    Tive dorzinhas nas juntas, e uma leve dor de cabeça. Meus olhos ficaram meio vermelhos e minha pele parece estar irritada, até os nódulos que eu não tinha há tempos voltaram a aparecer...
    Isso pode ser Chron?
    Um pouco antes do acontecimento eu estava tomando um anticoncepcional que começou a me dar enjoos e dores no estomago, porque acho que era muito forte. Será que isso pode ter irritado meu intestino e causado a doença?
    É normal a barriga ficar inchada?

    ResponderEliminar
  31. Sr. Rui Palmela. Gostei das suas explicações. Muito obrigada.

    ResponderEliminar
  32. Sonia Mariza. Me interessei pelo que vc falou, gostaria de entrar em contato com vc para saber mais sobre esses produtos naturais com o qual vc trabalha.

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails