quinta-feira, 16 de agosto de 2007

QUAL O FUTURO DA SOCIEDADE ONDE VIVEMOS?



Assiste-se cada vez mais a uma série acontecimentos no Mundo onde os homens e mulheres desta nossa Sociedade, cada vez mais consumista e materialista, vão fenecendo e sucumbindo no meio de crises, guerras, catástrofes, desgraças, calamidades, doenças, desregramentos, tentando desfrutar ainda alguns prazeres para suavizar seus próprios sofrimentos.

No meio invertem-se valores duma suposta Liberdade que todos invocam para viver de modo contrário ás leis da vida, da Natureza, da Ordem Universal, onde inclusive se criaram novos conceitos da moral dentro da própria Imoralidade que se institucionaliza como “Direitos do Homem” que se degrada na sua própria forma de Sociedade.

As gentes pouco se importam com o Futuro do Mudo que se adivinha sombrio para a maioria dos seres humanos que já nada enxergam para além de si mesmos, e das coisas que desejam, pois todos querem é desfrutar a vida enquanto podem com ‘prazer’ antes de morrer.

Deus e as Religiões são mesmo consideradas coisas inventadas para oprimir e segregar as pessoas que ficaram prisioneiras de suas crenças e superstições que os novos pseudo ‘libertadores’ (politicos, religiosos ou outros), cheios de filosofia, pretendem inverter num Mundo onde impere a “Liberdade” e a “Democracia” mas nada fazendo para que acabe o erro, o engano, a mentira, a crueldade, a desumanidade, a perversidade, o desregramento, a Iniquidade...

Qual, afinal, o futuro da Sociedade onde vivemos?

Na verdade não haverá futuro para a Humanidade enquanto não se alterar completamente esta forma de Sociedade. Todos os sinais apontam de que está no fim, prestes a cair, como outras cairam depois de atingirem seu auge, e esta não será excepção, pois nenhuma anterior causou tanto mal ao Planeta onde vivemos que já está tão cheio de Lixo e Poluição, com milhares de bombas atómicas ou nucleares que o podem levar, com todas as formas de vida, à destruição.

Enquanto isso, as pessoas pensam mais noutras coisas e tentam viver do modo que sabem e como podem, duma forma que agrava mais a situação, em vez de procurarem o conhecimento da verdade que liberta do erro e do engano em que vive esta Civilização. Deixam-se ir na ‘onda’ (como se diz) e até fariam bem pior se soubessem que o mundo acabava amanhã, como muitos dizem.

E assim vão vivendo os humanos na sua própria ignorância de nada saberem do Mundo, de Deus, da Vida, do Universo, nem do que fazem aqui. Outros valores são procurados, criando-se mesmo novos conceitos de liberdade ou de (i)moralidade que uns aceitam e outros não, todos desejando talvez uma Nova Humanidade (eleita pela qualidade e não pela quantidade) mas que não contribuem para ela e muitos até perecerão durante a fase de reajustamentos da própria Terra que já se agita em suas entranhas para um Nova Era, uma Nova Realidade.

Fica aqui mais esta dissertação,


Pausa para reflexão!
Rui Palmela

4 comentários:

  1. Li com muita atenção este blog, e concordo com muito do que nele está escrito, não direi que discordo de alguma coisa, pois há coisas que eu ainda as não entendo, e quando digo isto refiro-me ao assunto religião, não sou uma pessoa religiosa, apesar de acreditar que sim Deus existe, pois se não existisse não se falaria tanto no assunto há tantos milhares de anos como se tem falado, agora o que eu acredito é que existem entidades no mundo que se aproveitam da religião para fazerem e cometerem imensas barbáries, tais como guerras, torturas etc etc, mas como disse eu sou muito leiga no assunto religião, no entanto concordo consigo Rui quando diz que este mundo está a caminhar para o caos, que as pessoas estão cada vez mais consumistas, mais desregradas e que buscam por prazeres fáceis e gratuitos, isto pode até nem estar escrito por estas palavras no seu blog, mas estará implícito, posso até estar errada, no entanto eu como sou uma espectadora aqui do mundo cibernético, apercebo-me disso.
    obrigada por partilhar com o mundo os seus pontos de vista, e eu só lastimo que o seu blog não seja mais assiduamente visto pelas multidões, ou se calhar até mas as pessoas optam por não se manifestarem com comentários. um grande abraço
    Paula Silva

    ResponderEliminar
  2. Rui Palmela06 agosto, 2008

    Obrigado pelo comentário e apreço pelo que escrevo, amiga Paula Silva.

    Na verdade há mais de 20 anos que escrevo coisas com o sentido de chamar a atenção para o modo como vivemos e o que fazemos neste mundo que está sendo consumido e destruido com nossa forma de Civilização.

    Direi mesmo que o homem é a única espécie que destrói o habitat (o Planeta)onde vive porque se tornou mais irracional do que inteligente, por causa de sua ganância e ambição.

    As pessoas já se apercebem cada vez mais do que se está passando, amiga, mas em vez de corrigirem seus erros e desregramentos, continuam fazendo pior porque querem aproveitar o tempo que lhes resta para satisfazer gostos e desejos que as trazem em condenação.

    Enfim, é um circulo vicioso...

    Volte sempre, amiga, e creia que este Blog é visto por muita gente apesar de nem todos darem sua participação.

    Um abraço fraternal.

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  3. achei muito interessnte esse blog, pois era exatamente o que eu estava procurando, alguém com o pensamento mais crítico sobre a realidade da nossa sociedade em que vivemos, e urgentemente temos que fazer alguma coisa pra mudar essa situação!

    valeu, bjão;)

    ResponderEliminar
  4. Li com interesse o artigo.As pessoas deveriam reflectir mais, ler um pouco mais e ver menos TV. Infelizmente somos consumidores passivos de certos programas,os telejornais entram-nos pela casa repetidamente,instala-se em nós um pessimismo doentio.É importante termos uma mente crítica e lúcida e não nos deixarmos formatar por uma certa comunicação social.A dimensão espiritual na vida de uma pessoa é importante.Lava-nos por dentro. Ensina-nos a olhar a natureza,os outros, a vida de forma positiva.Concentramo-nos nas coisas boas.Infelizmente a sociedade está a desumanizar-se porque se afasta da natureza e da dimensão espiritual do Homem.É o ter que interessa.É o parecer que importa.E as nossas cabeças formatadas por esta caixinha que mudou o mundo (televisão)perdem a capacidade de pensar por si próprias.Obrigada, amigo, pelo seu blog.

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails