domingo, 20 de setembro de 2009

COMO EVITAR OU COMBATER O CANCRO


A Quimioterapia não cura e mata mais pessoas do que a própria doença que se pretende tratar. Esta é pelo menos a conclusão que se pode tirar de um artigo do Hospital Jhon Hopkins nos EUA que resolveu informar as pessoas sobre um outro método de combater ou evitar o cancro.

Aqui fica pois aquilo que toda a gente deve ler:

Cada pessoa tem células cancerosas no organismo. Estas células cancerosas não aparecem nos testes normais ao sangue antes de se terem multiplicado a alguns milhões.

Quando os médicos dizem aos doentes que não há mais células cancerosas em seus corpos após os tratamento por quimio ou radioterapia, isto significa apenas que os testes não são capazes de detectá-las porque não atingiram seu tamanho detectável, tal como acontece ao longo da vida das pessoas que sem saberem as desenvolvem mas vão sendo combatidas pelas suas defesas imunológicas até perderem essa capacidade de as neutralizar.

Deste modo as pessoas devem ter mais atenção sobre seus hábitos alimentares e estilo de vida que pode influenciar negativamente os factores genéticos que propiciam à doença, entre outros factores (como a poluição ambiental, os quimicos na agricultura, etc) que aceleram o surgimento do cancro em milhões de pessoas no século actual.

A Quimioterapia, segundo o Jhon Hopkins, envolve o envenenamento das células cancerosas que crescem rapidamente e também destrói as células saudáveis da medula óssea, do trato gastrointestinal, etc, e podem causar danos em órgãos como fígado, rins, coração, pulmões... A Radioterapia, cuja radiação incide nas células cancerosas para as destruir, também ferem e danificam as células saudáveis, os tecidos e os órgãos.

Quando o corpo tem muita carga tóxica proveniente da radiação e da quimioterapia, o sistema imunológico fica praticamente todo destruido ou comprometido e a pessoa pode sucumbir a vários tipos de infecções e complicações. É caso para se dizer: “não morre da doença, morre da cura”...

De resto, a quimioterapia e radioterapia podem transformar as células cancerosas e torná-las de tal modo resistentes que ficam mais difíceis de destruir, daí as recidivas. A Cirurgia também pode provocar a disseminação de células cancerosas para outras partes do corpo, acelerando o processo.

Assim, uma maneira eficaz de combater ou evitar o câncer é matar de 'fome' as células cancerosas que se formam no organsimo, não as alimentando com os alimentos que elas mais necessitam para se desenvolverem e multiplicarem. Quais são esses alimentos?

A carne, o açucar, o leite ou lacticínios, as bebidas alcoólicas, o tabaco, etc., contribuem em grande medida para o surgimento desta doença temivel nos seres humanos, entre outras doenças da Civilização..

O QUE AS PESSOAS DEVEM SABER:

As células cancerosas prosperam num ambiente ácido. A dieta a base de carnes é ácida e por isso é melhor comer peixe em sua substituição. Por outro lado, a chamada 'carne branca' (mesmo a dos frangos) contém hormonas de crescimento, antibióticos, vacinas, etc., sendo nocivo para a saúde e em especial das pessoas com câncer.

A carne é difícil de digerir e requer muito mais enzimas necessárias à vida e actividade intra e extracelular de nosso organismo. A carne é um alimento pútrido (proveninente de um cadáver de animal morto) e se putrefaz nos nossos intestinos provocando acumulação tóxica. As paredes das células cancerosas são cobertas por uma proteína dura. Ao abster-se de comer carne (principalmente as vermelhas) ou comendo menos este alimento, mais enzimas são liberadas para atacar as paredes das células degenerativas e isso permite que as células defensoras do corpo (os leucócitos) destruam as células cancerosas.

O açúcar (principlamente o branco e refinado) é um alimentador do câncer. Ao cortar com o açúcar (sacarose) que tanto se consome diariamente de várias formas, corta-se também um importante abastecimento das células cancerosas que se alimentam dele. Os adoçantes artificiais (como os ciclamatos, o aspartame e outros) são igualmente nocivos para a saúde. Os melhores substitutos serão a frutose (açucar natural de frutos), o mel ou mesmo o açucar mascavado (integral) mas apenas em quantidades pequenas.

O Leite ou lacticínios (queijos, natas, sorvetes, etc.) produzem 'mucos' que se acumulam nas cavidades ocas de vários órgãos (rins, intestinos, útero, ovários, etc. ) que ao endurecerem formam quistos que podem degenerar para tumores malignos. Por isso deve-se consumir menos estes alimentos, podendo mesmo substituír o leite de vaca por bebida de soja reduzindo assim a formação desses ’mucos’ indesejáveis no organismo.

O sangue deve manter-se com um Ph equilibrado (7,1) para que não fique demasiado ácido ou alcalino, pelo que uma dieta feita de 80% de legumes frescos diversos, cereais integrais, leguminosas e frutas da época, ajudam o corpo a manter-se saudável e restaurar suas defesas imunológicas. Cerca de 20% pode ser de alimentos cozinhados, podendo incluir-se algum peixe ou ovos biológicos, sendo importantes os alimentos vegetais crus (como saladas) que fornecem enzimas para manter o crescimento de células saudáveis. As Enzimas são destruídas a temperaturas de 40 graus, pelo que importa comer mais saladas (principalmente no verão) e frutas da época dando preferência às da região.

OUTROS CONSELHOS:

Evite café, chá preto, chocolate e outras bebidas com tóxicos estimulantes nocivos à saude. Chás de plantas medicinais são melhores alternativas e a água pura natural é a melhor bebida que deve ser consumida regularmente (não gelada) em quantidade suficiente para manter em bom funcionamento os órgãos de purificação do sangue.

Não utilize louças de plástico no microondas e evite louças de aluminio na cozinha. O Dr. Edward Fujimoto, gerente do programa de bem-estar do Hospital Castle, foi a um programa de TV para explicar este risco para a saúde. Ele falou sobre as dioxinas e como elas são novicas para nós, aconselhando de que não deveríamos aquecer nossos alimentos no microondas usando recipientes de plástico. Ao invés disso, ele recomenda utensílios de vidro, (o Pirex), a cerâmica ou o inox. Também desaconselhou o uso de garrafas de plático com água no frigorífico.

Este artigo é de grande utilidade para toda a gente, por isso se pretender copie e repasse aos seus amigos e familiares.

Rui Palmela.

9 comentários:

  1. oi! isso aí de evitar o cancro não comendo carne me parece absurdo....o cancro é genetico ele vem mesmo se você comer ervinhas do pantanal, o tabaco e o alcool também influenciam ...no que diz respeito ás carnes se for bem cozinhada não haverá problema...se voce não come carne nao bote medo nos caras.Valeu GALERA!!!!

    ResponderEliminar
  2. Caro "anónimo", aquilo que lhe parece absurdo tem muito sentido para quem observa e estuda com atenção o aumento de casos de cancro (e outras doenças degenerativas como Alzheimer) no seio da Civilização.

    Por coincidência ou não, o facto é que isto acontece nos países mais consumidores de carne e seus derivados, sendo verdade que os médicos já vão dizendo ás pessoas para reduzirem o seu consumo, inclusive a O.M.S. que aconselha o regresso à "Dieta Mediterrânica" à base de peixe, legumes, verduras ou vegetais, frutas, e azeite virgem como gordura saudável em vez de gordura animal.

    Claro que os consumidores de carne compulsivos jamais entenderão nem mudarão seus hábitos zoofágicos adquiridos por décadas em suas vidas, mas virá o dia em que sentirão necessidade de parar com este modo errado de alimentação que está causando inúmeras doenças ao homem pela sua degeneração.

    Afinal não somos carnívoros...

    Pausa para reflexão!

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  3. antonio maria claret soares de marialva22 setembro, 2009

    Caro Rui.

    De fato a quimioterapia e radioterapia é mais uma enganação da ciência semelhante ao Tamiflú, ou seja, mata mais rapidamente. Aliás, a utilização da energia nuclear foi um veneno dado por extraterrestres para um mais rápido aniquilamento da raça humana e ao que tudo indica eles mesmos não as utilizam. (para os céticos ou religiosos pode trocar a palavra extraterrestre por Demônio que dá no mesmo).

    Quanto a cura ou prevenção do câncer e/ou outras doenças graves, de fato o melhor remédio e ter uma alimentação o mais naturalista possível pois o excesso de gorduras animal faz com que o organismo tenha que trabalhar muito mais para manter o equilíbrio energético e bio-molecular. Isto não significa que o vevetarianismo seja absolutamente obrigatório, uma vez que o organismo habituado a este tipo de alimentação consegue metabolizar, porém num estado doentio fica mais complicado. Nesse sentido, deve-se reduzir drásticamente o consumo de gorduras animais de toda espécie, substituindo a carne vermelha pela de aves, o leite integral, pelo desnatado e iogurtes. o queijo amarelo pelo branco e assim sucessivamente. Quanto ao Café, chás e álcool são salutares desde que consumido com moderação e quanto ao tabaco, se fumássemos dois ou tres cigarros diários também não faria mal algum a exemplo dos indígenas que se utilizam de alcalóides (são ativadores dos neurôrios) em suas sessões religiosas.
    Portanto, o equilíbrio e a moderação é a melhor solução para todos os males, inclusive os da alma.

    ResponderEliminar
  4. antonio maria claret soares de marialva22 setembro, 2009

    EM TEMPO;

    a Título de alerta aos jovens....

    Na minha juventude cometí todos esses excessos; comidas fartas e gordurosas...
    Cafés e chás mais cigarros em excesso....
    Açucares, chocolates e outras guloseimas em excesso.....
    Refrigerantes e bebidas alcoólicas em super excesso.....
    Aguma maconha....
    Sexo então, nem conto, milhares...
    CONCLUSÃO: Aos 55 anos.
    Diabetes
    Coração dilatado
    hipertensão
    Impotência (salvo pelo Viagra)
    Deficiência circulat´ria do sangue
    Cirrose hepatica alcoólica estágio médio mas irreversível e progressiva
    Semeei vento e colhí tempestade.

    Mas ainda me considero um homem de sorte, posto que não desenvolví o câncer e embora já estaja "com um pé na cova, rsrsrs" ainda terei tempo para escrever em minha lápide mortuária: Aquí jaz um homem que cometeu todos os execessos comuns a milhares de pessoas, mas toda a culpa somente a ele cabe...
    Assinarei em baixo!

    Reflitam.

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pelos comentários, amigo António Marialva, e faço votos para que estejas recuperando de teus problemas de saúde surgidos pelos excessos cometidos ao longo da vida, como infelizmente acontece com a maior parte das pessoas.

    Mas nunca é tarde para aprender e corrigir.

    Efectivamente o cancro pode não se desenvolver do mesmo modo em quem comete excessos, pois tudo depende do organismo de cada pessoa.

    De resto, é mais fácil morrer de AVC ou de enfarte do miocárdio que causa maior número de vítimas aqui em Portugal, estando a aumentar sim os casos de cancro nos últimos anos por alguma razão.

    Posso dizer-te, amigo António, que os hábitos alimentares degeneraram nas últimas décadas para pior com a invasão da "Fast-food" no país, além da promoção que muitos programas de televisão fazem sobre 'comida regional' cheia de carnes de porco e imensos enchidos entre vinhos e doces conventuais, tudo parecendo uma CONSPIRAÇÃO para arranjar doenças, apesar das chamadas de atenção e esclarecimentos médicos sobre outro género de alimentação mais saudável.

    Os jovens, infelizmente, são os maiores consumidores de produtos nocivos à saúde e começam bem cedo a sofrer de problemas diversos, tal como muito bem dizes ao chamares a atenção para isso. De resto, o hamburgismo, o cocacolismo, o alcoolismo, o tabagismo, o extasismo, etc., revelam bem qual será o resultado final nas suas vidas que talvez nem cheguem à tua idade. Certo?

    Conheço muita gente jovem que já partiu, uns de cancro, outros de AVC, e felizes são os que conseguem chegar aos 80 apesar de se dizer hoje que aumentou a esperança média de vida... Por este andar não creio!

    Um abraço fraternal deste teu amigo aqui de Portugal

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  6. boas tardes, ando a pesquisar tudo sobre o cancer e a sua cura se possivel... O motivo pela qual eu ando na pesquisa é que o meu PAI tem um nos pulmões e outro no figado. Teve internado num hospital durante 15 dias e acabaram por mandar para casa e disseram que não podiam fazer nada. Ando agora enquanto ele for vivo luto por uma solução para ele porque quando á vida temos que lutar por ela.
    SE alguem me poder ajudar eu so receptivo a qualquer ajuda ou solução.... OBRIGADO.

    ResponderEliminar
  7. Caro amigo "anónimo"!

    Pelo quadro que apresenta de seu pai, penso que deve aceitar o facto de ser muito dificil uma cura do seu estado de saúde que os próprios médicos dizem não haver mais nada a fazer.

    Porém, entendo o quão é dífícil também aceitar a idéia duma morte prematura (não sei qual a idade de seu pai)onde o sofrimento psicológico quase se sobrepõe ao físico, em que se tinham perpectivas duma vida mais longa com muitas coisas por realizar.

    Entendo, pois, que queira lutar na esperança de ajudar seu pai a vencer uma doença que infelizmente está aumentando nos dias que correm e que tem a ver fundamentalmente com nosso errado estilo de vida e hábitos alimentares que propenciam o organismo a desequilibrios celulares e disfuncionais, surgindo a doença por 'transgressão' terminando em sofrimento de tanta gente.

    Também há outros aspectos mais profundos de origem kármica que estão sendo ajustados nos tempos que correm e só podem ser combatidos por uma mudança de nossa personalidade (e mentalidade) com vista ao despertamento de nossa espiritualidade. Neste processo interior se conseguem por vezes a cura pela força de um 'milagre'. E nisto se diz que para Deus nada é impossivel...

    Aconselho no entanto a procurar ajuda nas Medicinas Alternativas que poderão operar grandes benefícios para seu pai, mesmo que possa ter seus dias contados.

    Um abraço fraterno

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  8. eu concordo com algumas das coisas...por outro lado....fui operado ao intestino...tumor maligno...a lesão era grande e passou para o figado...resultado mais 3 operações.....
    n fiz quimioterapia e o resultado foi ter de ser operado de novo....neste momento faço quimioterapia....os marcadores estão a descer....n sei mas se a aguentar acho que pelo menos descerei os marcadores e penso que evitarei mais uma operação

    ResponderEliminar
  9. Querido amigo, minha companheira também foi operada a um tumor maligno nos intestinhos (faz 10 anos em Dezembro) e não fez quimioterapia como a médica pretendia. Optou pelo tratamento natural e tem mantido sempre os marcadores baixos até hoje. Recentemente fez uma colonoscopia e estava tudo certo, sendo mais importante reforçar as defesas do organismo do que destrui-las com a acção da radio ou quimioterapia que é bastante prejudicial. O Prof. Mishio Kushi da Medicina Macrobiótica coloca mesmo sérias dúvidas sobre a eficácia desses tratamentos agressivos que aparentemente diminuem a acção do cancer mas na maior parte das vezes podem até agravar.

    Desejo que no seu caso dê certo.

    Um abraço fraterno.

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails