sexta-feira, 16 de abril de 2010

A ÁRVORE GENEALÓGICA GAY


- Mãe, vou casar!

- Jura, meu filho ?! Estou tão feliz ! Quem é a moça ?

- Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo.

- Você falou Murilo... Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno curto circuito psicótico?

- Eu falei Murilo. Por que, mãe? Tá acontecendo alguma coisa?

- Não, nada.. Só que minha visão ficou um pouco turva e meu coração quase deu uma parada. Mas estou ficando bem.

- Se você tiver algum problema em relação a isto, é melhor falar logo mãe!

- Problema ? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora...

- Você vai ter uma nora. Só que uma nora meio macho. Ou um genro meio fêmea. Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea...

- E quando é que eu vou conhecer o meu.. a minha... O Murilo ?

- Pode chamar ele de Biscoito, mãe, é seu apelido.

- Tá ! Biscoito... Alguém com esse apelido só pode ser uma pessoa bacana.

- Quando é que o Biscoito vem aqui ?

- Por quê ?

- Por nada. Só pra eu poder preparar seu pai com antecedência.

- Você acha que o Papai não vai aceitar ?

- Claro que vai aceitar! Lógico que vai. Só não sei se ele vai sobreviver... Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo só que você achou sua cara-metade...

- Mãe, que besteira, hoje em dia praticamente todos os meus amigos são gays.

- Só espero que tenha sobrado algum que não seja... pra eu poder apresentar pra tua irmã.

- A Bel já tá namorando.

- A Bel tá namorando?! Ela não me falou nada... Quem é?

- Uma tal de Veruska.

- Como ?

- Veruska...

- Ah!, bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska.

- Mãe !!!...

- Tá... tá... tudo bem, se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto...

- Por que não, mãe ? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos.

- Ex-namorada? O Biscoito tem ex-namorada?

- Sim, quando ele era hétero... A Veruska.

- Que Veruska ?

- Namorada da Bel...

- "Peraí", a ex-namorada do teu atual namorado é a atual namorada da tua irmã, que é minha filha também, que se chama Bel? É isso? Perdi-me um pouco...

- É isso, sim. A Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero.

- De quem ?

- Da Bel.

- Mas, logo da Bel ?! Quer dizer então que a Bel, minha filha, tua irmã, vai gerar um filho teu e do Biscoito com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska...

- É isso mesmo.

- Minha nossa, essa criança, vai ser então tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel.

- Sim, em termos...

- A criança vai ter então duas mães : você e o Biscoito. E dois pais: a Veruska e a Bel.

- Por aí...

- Por outro lado, a Bel... além de mãe, é tia... ou tio.... porque é tua irmã!

- Exato. E para o ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar.

- Só trocar, né ? Agora o óvulo vai ser da Bel e o ventre da Veruska...

- Exato!

- Agora eu entendi! Agora eu realmente entendi...

- Entendeu o quê mãe?

- Entendi que é uma espécie de 'swing' dos tempos modernos!

- Que swing, mãe?!!....

- É 'swing', sim! Uma troca de casais, com os óvulos e os espermatozóides, hora no útero de uma, hora no útero de outra...

- Mas...

- Mas uns tomates! Isso é um bacanal de última geração! E pior ainda com incesto no meio...


- A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso...

- Sei!!!... E quando elas quiserem ter filhos...

- Nós ajudamos.

- Quer saber? No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero, o espermatozóide... A única coisa que eu entendi aqui é que...

- Que.. ?

- Fazer árvore genealógica daqui pra frente, com esses "casamentos gay", vai ser muito dificil!

(por Luiz Fernando Veríssimo )

20 comentários:

  1. Eheheh, tive de soltar umas gargalhadas enquanto lia este texto miou "pseudodebilitado"...

    Esta muito bom sim senhor, mas quem foi o "comediante" que escreveu esta anedota? É que gostava de lhe dar um grande abraço de parabéns pela sua capacidade tao grande e tamanha fertilidade cerebral...
    :)

    Paz, bem e harmonia, deste jovem de 20 anos que irá ter uma familia sim, não usando a minha irmã para a fecundar, mas sim recorrendo á adopção, fazendo assim uma criança (preta, branca, deficiente ou não) Feliz e criada em elevada consideração moral, para que quando esta for adulta, seja um bom cidadão, fugindo da preversidade e amando aos outro (homem e animal) como a si mesma ;)

    Paz, bem e harmonia

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  2. Hehehe!, eu também ri imenso com esta história cheia de piada que não resisti à tentação de colocar no Blog.

    Ainda bem que também achaste graça, caro amigo Cristiano, pois isso é sinal de maturidade intelectual de um jovem de 20 anos que se assume como homossexual, aceitando piadas contra os "casamentos gay" de que já conheces minha opinião.

    Quanto à intenção de adoptares um dia uma criança, seja preta, branca, deficiente ou não, pretendendo apenas fazê-la feliz e dar-lhe uma boa educação, não sei quando isso vai possivel no país que já aprovou os casamentos entre pessoas do mesmo sexo mas coloca reservas sobre essa questão da adopção.

    Aproveito para te dizer que apesar de não concordar com a lei aprovada, não deixo de reconhecer que tens bom propósito, melhor do que muitos casais ditos 'normais' que abandonam ou maltratam seus filhos e outros que recorrem ao aborto que considero uma abominação que também foi aprovada pelo governo (ao fim do 2º referendo nacional) que legitimou a situação. Considero isto muito pior do que um casal de gays que pretenda adoptar uma criança e amá-la, fazendo-a um bom cidadão ou cidadã. É a minha opinião.

    ResponderEliminar
  3. MISS felicidade16 abril, 2010

    e a criança nasceu, e foi muito feliz , tão feliz como os gays e as lésbicas que entram nesta história, é assim que acaba a história.
    e desejo para o Sr. Rui tanta felicidade como a criança que nasceu.

    ResponderEliminar
  4. Rui,

    Eu irei adoptar sim. A lei não precisa de um dia ser revista e introduzida a possibilidade de adopção por casais homossexuais.

    Tantos e tantos homossexuais adoptam hoje em dia em Portugal.. Mas muitos mesmo.
    Basta que se omita que se é homossexual e que se tem uma parceiro. É simples...

    Não penso em casar-e, mas é um direito que me assiste, ate porque o casamento é mutável e tem sido mutável ao longos dos séculos.
    Mas entre me casar e ficar sem a possibilidade de adoptar, prefiro não casar e assim constituir família. Ate porque família não significa laços de sangue, mas sim amor...

    Mas este texto esta muito engraçado, é anedotico e por isso como poderia levar a mal e não me rir com ele? Se correspondesse á verdade ai sim poderia levar a mal, mas assim neste caso ate achei mesmo muito engraçado...

    Paz ;)

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  5. "...família não significa laços de sangue, mas sim amor"...

    Plenamente de acordo, Cristiano.

    Quanto à questão que colocas sobre os homossexuais que adoptam crianças não se revelando como tal, é um risco que correm perante a lei se vierem a ser descobertos ou denunciados por alguém.

    A opção de não casares para assim poderes constituir uma 'familia', achei certa graça na tua aparente contradição quando todos os gays e lésbicas do país levantaram suas vozes exigindo o direito ao "casamento" que foi aprovado e agora muitos evitam, como tu, pensando na adopção...

    ResponderEliminar
  6. Exigindo direito ao casamento com possibilidade de adopção...

    Sem ela, poucos se casarão...

    Quanto a ser-se descoberto perante a lei (a lei dos humanos e não a lei universal regida pela lei do amor) isso não é problema, ate porque ate hoje isso nunca aconteceu, e muitos Juizes em Portugal, veja-se o caso em Braga de um juiz que entregou a criança a um homossexual assumido e com companheiro, retirando a criança a mãe...

    Portanto, vamos caminhando lentamente, certo dia chegaremos ao ponto de Madrid (a cidade que conheço muito bem) onde a liberdade impera, onde se crianças com dois pais ou duas mães, felizes, tratadas com carinho e muito amor, pelo facto de que aqueles pais lutaram muito para as ter... E lá o preconceito é praticamente nulo. A felicidade na cara das pessoas é constante...

    E é assim que sonho com meu Portugal dentro de uns anos (que decerto, não serão muitos)...

    Paz

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  7. Cristiano,

    Será bom não invertermos valores e conceitos de ordem filosófica, ética, natural, moral e espiritual, considerando os "casamentos gay" uma coisa boa e as novas familias com crianças adoptadas por esses processos de "pais" e "mães" artificais que desejam mudar o mundo e considerarem-se novos paladinos do Amor e das Familias felizes que pareces considerar que só poderão ser homosseuxais.

    Por muito que eu respeite a liberdade dos outros e as opções sexuais de cada um, não poderei estar de acordo contigo de modo nenhum.

    Sou fiel a princípios que considero essenciais e não creio num futuro de "familias felizes" numa Sociedade onde as crianças crescem no seio dos "casamentos gay" nem de outras (heterossexuais) que educam os filhos apenas para serem 'alguém' (médico, engenheiro, empresário de sucesso, etc.) esquecendo o principal valor do Bem e do Amor na construção de um Mundo melhor.

    Concordo contigo, no entanto, quando dizes que a verdadeira familia não é a dos "laços de sangue" mas sim aquela de ordem superior, Espiritual, que nos une uns pelos laços do Amor Universal.

    Mas isto nada tem a ver com "casamentos gay" ou qualquer relacionamento homossexual. Certo? Isso é outra coisa que considero 'anormal' mas que vai sendo cada vez mais reconhecido como direito dos que livremente desejam viver desse modo e expressar seus sentimentos com outros do mesmo sexo no plano carnal. Não te julgo por isso inferior e te considero sim meu irmão, perante Deus e os homens, apesar de pensar de forma diferente nesta questão de ordem sexual.

    Um abraço fraternal.

    RP

    ResponderEliminar
  8. Rui,

    Eu também não te julgo pela tua forma de pensar.
    Penso ate de que, me revejo em todas as tuas formas de pensar, menos nesta questão da homossexualidade.
    E tambem não é por isso que e revejo inferior, nem muito menos superior.

    Deixa-me só informar-te, que eu nunca disse que só os homossexuais poderão fazer as crianças felizes.
    Apenas disse que em Madrid vê-se muita felicidade na cara das crianças, de mãos dadas aos dois pais (pais de laços de amor) e não laços de sangue, onde o sentimento que esses pais sentem por essas crianças as vezes consegue ser superior aos dos casais heteressexuais que adoptam, pelo SIMPLES FACTO DE QUE OS PAIS HOMOSSEXUAIS LUTRAM ANOS E ANOS A FIO PARA CONSEGUIREM TER O QUE UM CASAL HETERO CONSEGUE COM MUITA FACILIDADE EM ESPANHA...
    Qualquer criança conseguira ser feliz com qualquer tipo de pai desde que seja lhe dado amor, paz e acima de tudo esperança neste Mundo degradado.

    E uma criança nunca sera homossexualk na idade adulta por ser criado por casais homo, ate porque eu fui criado por heteros e sou gay...

    Contudo respeito a tua forma de pensar neste tema, não me enquadrando nele decerto...

    Paz,

    Cristiano Costa

    p.s: Olha e que tal colocares um texto sobre os males da internet como a pornografia?
    Já não sou so eu a pedir te ;)

    ResponderEliminar
  9. Amigo Cristiano,

    Eu percebi o que disseste sobre as "crianças felizes" adopatadas por casais homossexuais em Madrid. Aliás, é fácil fazer qualquer crianças feliz desde que se lhe dê carinho, doces e brinquedos, como elas tanto gostam e tudo o mais que os adultos podem oferecer-lhes para conquistar seu amor e amizade.

    De resto, as crianças adoptadas pouco se importam com as questões sexuais dos pais adoptantes (sejam hetero, trans ou homossexuais) e nem pensam nisso até ao dia em que forçosamente começam a pensar e fará seus juizos conforme o tratamento que lhe deram e o caminho que lhe apontaram.

    Tudo depende também de questões kármicas em seus destinos que tiveram de cumprir-se desse modo, mas seguramente os "casamentos gay" não serão vistos como valores éticos numa 'vida familiar' no futuro numa Sociedade Renovada.

    Sim, claro, os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos de qualquer país devem ser respeitados, até porque o mal e o bem andam cada vez mais misturados e ninguém deve condenar seja quem for só porque vive de forma diferente e/ou gosta de pessoas do mesmo sexo. Só Deus é justo Juiz e a Ele cabe separar o 'trigo do joio' neste Mundo de homens e mulheres cheios de erros e pecados, cada um recebendo suas oportunidades de se aperfeiçoar e evoluir até alcançar um dia sua própria perfeição.

    Por isso, cada um vive de acordo com o que acredita, independemente de ser homem ou mulher, gay ou lésbica, crente ou ateu, rico ou pobre, sábio ou ignorante, todos fazendo parte dum Plano de Vida neste Mundo que é apenas um grão de areia no imenso Espaço Cósmico para onde viajamos e seremos um dia algo mais do que nesta dimensão.

    Sei porém que uns levarão mais tempo, outros menos, uns sofrendo mais, outros não, conforme a caminhada por muitos sentidos, mas no fim nada será em vão.

    E pronto, caro amigo e irmão. Fica aqui mais esta dissertação.

    Quanto ao assunto que me pedes para falar, sobre os males da Internet, incluindo a Pornografia, Sexo Virtual, etc., penso que já tive oportunidade de falar aqui abertamente sobre isso. Tenta procurar nas postagens antigas.

    Um abraço

    RP

    ResponderEliminar
  10. quanta hipocrisia está nesta sociedade!!!! falsos moralismos !!!!
    um dos males da Internet é a pornografia!!!a pornografia é vista e APRECIADA por biliões de pessoas, e qual é o problema? o problema é gostar de ver e depois vir dizer que é um dos males da Internet....

    ResponderEliminar
  11. Um erro não justifica outro erro, caro "Anónimo", pois a Internet tem vários males não sendo apenas a Pornografia, e sim também a Pedofilia, a Promiscuidade Moral e Intelectual e tudo o que torna milhões de jovens e adultos alvo fácil de quem aproveita este poderoso meio de comunicação para criar maior Degeneração a nível global.

    Aliás, eu classifico a Internet de a nova "Árvore da Ciência do Bem e do Mal", pois quem procura maus frutos encontra-os facilmente e do mesmo modo quem procura bons frutos também os encontra certamente. Há quem saiba o que mais importa verdadeiramente. Certo?

    Quanto aos falsos moralismos, penso que não é vc a pessoa mais indicada para os classificar, pois só Deus conhece o íntimo de cada um e só a Ele cabe ajuizar.

    ResponderEliminar
  12. Anonimo, hipocrisis é falar e não dar a cara... Escondendo-se sob forma de anonimato. Talvez tendo algo mesmo a esconder certo?

    A pornigrafia é um mal... Eu proprio luto contra ela diariamente, pelo facto de a mesma criar nas nossas mentes realidades que não correspondem á verdadeira natureza do sexo... Criando expectativas na nossa mente de que o sexo é ´so sexo, pafra obter prazer... Usar e jogar fora... Nada mais... Eisso faz com que nunca elevemos os sexo a elevados niveis. A niveis de outra ordem, em comunhão com a essencia divina...

    Reflita e se gostar muito bem... Mas se gostar (eu tb gosto) mas conseguir ver só um pouquinho do mal que isso lhe causa, lute... Tera todo o meu apoio ;)

    Paz,

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  13. Amigo Cristiano,

    Noto que começas a ficar enervado, defendendo teus pontos de vista que respeito, mas aproveito para questionar tuas próprias palavras que cito a seguir:

    "A pornografia é um mal... Eu proprio luto contra ela diariamente, pelo facto de a mesma criar nas nossas mentes realidades que não correspondem á verdadeira natureza do sexo..."

    Eu te pergunto: A homossexualidade corresponde à verdadeira natureza do Sexo?

    Quanto ao resto concordo que digas que "hipocrisia é falar (sobre estas e outras coisas) e não dar a cara", escondendo-se na forma de anonimato, não tendo coragem de assumir suas próprias ideias e pensamentos publicamente.

    ResponderEliminar
  14. Rui,

    Podes me questionar á vontade eu mesmo tb já te questionei algumas vezes ;)...

    A homossexualidade assim como a heteressexualdiade são duas variantes normais da sexualidade humana (e que acredito pela minha experiencia de vida e de estudo acerca do assunto)...

    Considero errado sim, sexo por sexo, a poligamia, as relaçoes tant em voga agora de relaçoes abertas, o swing, a zoofilia, a pedofilia, e necrofilia entre outras variantes (essas sim anormais da sexualdiade humana)...

    Considero as relaçoes sexuais entre dois homens normais... Isto se usadas com amor e não apenas com o objectivo de obter prazer atraves da pentração anal.

    Considero errado sim, lutar-se contra a sua verdadeira essencia... Lutar contra o que se é, simplesmente porque muitas religioes o afirmam, impondo medos (lá esa a questão do Inferno)... Criando tristeza e dissabores na vida dessas pessoas que terão ma vida de depressão e muitas delas de sofrimento, criando tb sofrimengtos em sua volta.

    Não me considero pior nem melhor por ser homossexual... Não me considero mais moral ou mais imoral e preverso por praticar sexo com o meu parceiro, pelo facto de que amo e o amor supera tudo, fugindo de paixoes infames e desequilbradas.

    Pensando que o sexo anal é antyi naural, tb o beijo é anti natural, visto qe a boca serve para comer e não para transmitir e passar microorganismos para a boca de outra pessoa...
    E se for mesmo anti natural ser homossexual pelo menos sei que o que fiz foi pelo amor...

    E como o amigo Chico Xavier dizia:

    "Tudo o que é feito com amor é bom" ;)

    Paz bem e harmonia,

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  15. "Considero as relações sexuais entre dois homens normais... (Cristiano Costa)

    "Tudo o que é feito com amor é bom"...(Chico Vavier)


    Cristiano, não mistures alhos com bugalhos utilizando a frase de Chico Xavier da forma como te convém como se ele concordasse com a Sodomia ou os "casamentos gay" na Sociedade.

    Claro que tu consideras as relações sexuais entre dois homens uma coisa 'normal' porque és homossexual. Porém não posso estar de acordo contigo e considero isso uma aberração, mas o amor não. Certo?

    Podemos amar pessoas do mesmo sexo sem no entanto termos relações sexuais com elas. Certo? Eu amo meus amigos e isso não me faz desejar possui-los carnalmente nem o contrário. Certo?

    Considero sim a homossexualidade uma anormalidade, desvio psicológico ou genético, uma doença ou não, pouco importando a designação por muito que isso te custe aceitar. Tal se verifica também no reino animal onde o instinto animalesco leva a comportamentos contrários ao acto natural das espécies.

    Quanto ao beijo que comparas ao sexo anal, dispenso-me de fazer qualquer comentário.

    ResponderEliminar
  16. Rui, como já te disse varias vezes, respeito a tua forma de pensar.

    E não vale a pena continuar a comentar este topico pelo facto de que isso não nos levara a lado algum, da tua parte e da minha parte, devido a que as nossas posiçoes acerca do assunto estão tomadas...

    O que interessa é que sou feliz... Estando feliz com a minha sexualidade e com a minha vida, consigo amar os outros, criar paz e recebe-la...

    E é isso que importa. De resto não me preocupo com mais nada, ate porque nunca lutarei contra a homossexualidade, visto que ela é (falo por mim) é tão natural quano a heteressexualidade, visto que desde os meus 3/4 anos que me sinto atraido por pessoas do mesmo sexo...

    Paz

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  17. Rui como me fizeste uma pergunta que tive todo o gosto em responder, gostaria de agora ser eu a fazer te uma...

    Dizes:

    "Podemos amar pessoas do mesmo sexo sem no entanto termos relações sexuais com elas. Certo? Eu amo meus amigos e isso não me faz desejar possui-los carnalmente nem o contrário. Certo?"

    E agora eu pergunto-te, o que te faz desejar possuir carnalmente a tua esposa? é certo que a amas, mas isso não te faz desejar possui-la carnalmente certo?

    Acho que consegues entender o que quero transmitir com esta mensagem... Portanto como homem culto e pelo bem que es, espero que não te perturbes com esta questão, que penso que ser do meu direito fazer sem contudo, querer obrigatoriamente que respondas á mesma pelo facto de ela estar ligada profundamente ao teu intimo...

    Sera que eu não sinto tb o mesmo amor que tu sentes pela tua mulher pelo meu namorado que me faça querer possui e ser possuído carnalmente por ele?

    Fica a questão no ar...

    Paz amigo,

    Cristiano Costa

    ResponderEliminar
  18. Cristiano,

    Penso que já respondi várias vezes à tua questão sobre o 'amor carnal' entre dois homens que considero uma aberração, algo animalesco que não consigo ver como tu, pois a Sodomia será sempre um acto perverso de ordem sexual que pelos vistos não te provoca qualquer setimento de vergonha e o justificas como um "acto de amor" que sentes pelo teu 'namorado' que também sofre de apetências concupiscentes da carne que em nada podes comparar à 'quimica' natural de um casal heterossexual,independentemente de haver o tal 'amor' ou não, pois pode haver apenas um desejo momentâneo de sexo que se dilui após a fornicação.

    Quanto ao meu relacionamento com minha mulher e o que sinto ou faço com ela há muitos anos, penso que não devo fazer aqui quaisquer confidências públicas como tu gostas de fazer assumindo tua homossexualidade. Já te disse que respeito o que és como ser humano e reprovo qualquer descriminação que se faça contra os homossexuais que têm os mesmos direitos de qualquer cidadãos na Sociedade onde se integram, porém sabes o que penso sobre os "casamentos gay" e as novas familias de dois pais e duas mães que considero sinais de decadência da nossa Humanidade e não de progresso ou civilização mais avançada mas sim prestes a sofrer sua queda na actual geração.

    Pausa para reflexão!

    RP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Façam o que querem, usem da liberdade que Deus dá, pois Ele mesmo diz:

      Apo 22:11 - Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.

      Mas saibam que cada escolha tem seu preço, e neste caso, o preço é, segundo Ele, a morte, como esta escrito:
      "Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
      Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina"

      E ainda:
      1Co 6:10 - Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.



      Amém, e boa vida aqui na terra, rsrsrsrssrsrsr

      Mat 7:13 - Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;

      Mat 7:14 - E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

      Eliminar
  19. A piada deste tipo de discussão, é que todas as crianças que estão para adopção (milhares e no Mundo milhões), nasceram de pais "normais", heterossexuais. Estranho.

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails