sábado, 28 de fevereiro de 2009

EUTANÁSIA E CASAMENTOS GAY


Mais um tema polémico surge na campanha eleitoral do partido politico que governa Portugal, onde o Desemprego a Criminalidade e a Insegurança aumenta sem haver solução para os verdadeiros problemas da Nação.

Perante isto, o Partido Socialista entende que a questão da Eutanásia (morte assistida) e os ‘casamentos gay’ são questões importantes e inadiáveis num tempo de grande Crise a nível mundial, que não é só económica e financeira mas sobretudo de valores e princípios éticos que faltam nos poderes e na ordem social.

Como cidadão deste mundo assisto a tudo isto com grande preocupação e manifesto tudo o que penso neste tempo que está trazendo o pior da Civilização que se perdeu por caminhos de condenação e chega ao fim aumentando cada vez mais os comportamentos contrários à índole do ser humano e sua verdadeira condição.

Na verdade já os profetas diziam que nos tempos derradeiros “os últimos actos dos homens serão piores do que os primeiros”... E nisto ninguém mais duvida que se evoluiu bastante no aspecto científico e tecnológico duma sociedade cheia de Progresso Material, mas falta a visão da vida e da Ordem Universal num mundo que está colhendo tudo o que semeou de errado e se reflecte no tempo actual.

Entretanto, distraiem-se as pessoas com assuntos e manobras de diversão que servem apenas para desviar as atenções dos graves problemas que atingem as populações e a seu tempo alcançarão um ponto crítico que pode levar a guerras e dissenções sociais nunca antes vistas em tempos ancestrais.

Adivinham-se, de facto, tempos de grande atribulação que os profetas de antanho vislumbravam para a nossa Civilização, mas no meu país os homens (politicos) falam de Eutanásia e Casamentos gay com propósitos eleitoralistas para conquistar mais uns votos da população, enquanto outros tentam encontrar uma saida para este mundo perdido que carece sim duma Grande Transformação.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

5 comentários:

  1. Joaquim Sustelo28 fevereiro, 2009

    Claro que tudo isto são manobras eleitoralistas!

    Mas já que partilha a sua opinião, vou dizer-lhe a minha:

    - não tenho nada contra os casamentos gay. Acho que o problema é deles. Já tenho contra é a adopção de crianças por parte deles. Aí já envolve outras pessoas, que estão a ser formadas.

    Quanto à eutanásia, sou a favor.


    EUTANÁSIA

    A Vida, cuja origem desconheço
    E sobre a qual fazemos conjecturas,
    Eu sinto quanto a ela enorme apreço
    E busco o seu sentido nas procuras...

    Procuro para mim a qualidade
    Como procuram todos - estou em crer!
    Não conseguindo muitos na verdade
    Bastante qualidade em seu viver...

    Ou porque são propensos a doenças
    Umas atrás das outras... sofrimento,
    Por génese ou por parcas as pertenças
    Que não dão para ter bom alimento,

    Ou por outro motivo, não se sabe
    E a doença chega... incurável!
    Sofrendo o portador, até que acabe
    Em fase que se torna insuportável.

    A máquinas se liga o paciente
    Sem esperança! (que a doença não tem cura)
    Ou tem, pra suportar a dor premente,
    Remédios... sem remédio. E a "tortura",

    Faz com que o paciente não suporte
    A vida, que perdeu a chama viva...
    Então se não há nada que o conforte
    Nem qualidade ou esperança... pede a morte;

    - Sou pela eutanásia! - A activa.

    Joaquim Sustelo

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo Sustelo,

    Concordo com o que diz sobre a adopção de crianças e de certo modo com o que diz sobre os 'casamentos' gay que na verdade é problema deles e do mesmo modo de todas as pessoas que não sendo homossexuais têm comportamentos perigosos ou pecaminosos nas suas práticas sexuais. De resto, A Sida surge na 2ª metade do século XX nas Comunidades gay e se disseminou por toda a parte na nossa Sociedade (gays ou não) por alguma razão.

    Quanto à Eutanásia Activa, discordo completamente como solução de doentes terminais (sou mais pelos cuidados paliativos até ao fim sem sofrimento), do mesmo modo que discordo do Aborto (pena de morte de fetos e embriões humanos) devido a gravidezes indesejadas que poderiam ser evitadas, tanto como as doenças da Sociedade que as origina origina devido erros e comportamentos que um dia aparecem na forma dos mais diversos sofrimentos.

    Nada acontece por acaso e cada um colhe o resultado do que faz nesta ou noutra vida no percurso de sua evolução.

    É a ignorância sobre tudo isto que faz as pessoas aplaudirem outros ignorantes que existem na política e na Religião que não passam de "Cegos que se deixam conduzir por outros tão cegos como eles, caiem ambos no abismo"...

    Para terminar, deixo aqui também um pensamento poético oriental sobre a Vida que não se limita ao mundo físico e se estende no infinito universal. Aqui fica:

    "Nascer não é começar
    Morrer não é acabar,
    Não tem princípio nem fim a Exitência
    Ser, não ser, não é mais do que sequência..."

    Um abraço e obrigado pela participação.

    Pausa para reflexão!

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  3. Pausa para reflectir.....................................ok, já reflecti. Casamentos gay é um direito a adquirir sim. Porque terei eu de ser diferente de um heteressexual que se pretende casar e tem todos os benefícios fiscais inerentes? Vá lá Rui Palmela, o tempo de reflexão em relação a este assunto já foi tomado...agora é tempo de agir.

    ResponderEliminar
  4. Rui Palmela02 março, 2009

    Caro Argoitz,

    Sei que firo sempre algumas susceptibilidades sempre que abordo este assunto sobre os 'casamentos gay' ou relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo que para mim será sempre uma coisa aberrativa ou anti-natural no ser humano, bem como no mundo animal.

    Claro que tenho de respeitar e aceitar essa realidade da homossexualidade nos individuos que integram a Sociedade e têm os mesmos direitos e deveres como qualquer cidadão que se preze.

    Penso que a questão que coloca sobre os beneficios fiscais poderia ser facilmente resolvido por Decreto ou Despacho Ministerial sem ser preciso tanta celeuma em volta dos 'casamentos gay' que me parecem mais uma obsessão dos que desejam a sua oficialização como se isso mudasse alguma coisa ou fizesse mais digno seus acto contrário à natureza do sexo que no meu entender nada tem a ver com Amor, tal como o entendo numa relação com alguém.

    Enfim, cada um é livre de viver como quer mas tem de contar sempre com o juizo que outros fazem de seus actos e comportamentos que podem ser errados ou estar desenquadrados duma Sociedade que se rege ainda por princípios e valores que deveriam ser melhorados e aperfeiçoados e não esquecidos ou descurados.

    Um abraço

    Rui Palmela

    ResponderEliminar
  5. Rui Marques04 agosto, 2010

    as imagens meteram-me nojo, dois homens a beijarem-se .....que imundice.. . A moral e os bons costumes estão a perder-se é a decadência do ser humano, a imoralidade o fim dos tempos, a besta se abaterá sobre a humanidade.
    abraço

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails