quinta-feira, 2 de julho de 2020

TIRE A PANDEMIA DO SEU PRATO...



Diz o velho ditado que "pela boca morre o peixe" e o homem também.
Na verdade "o homem cava a sepultura com os dentes" sempre que consome alimentos nocivos à sua saúde e tem hábitos contrários à sua verdadeira condição, sofrendo o reflexo de sua própria degeneração.
A maioria das doenças são de origem zoonótica, ou seja pelo consumismo de cadáveres de animais que os seres humanos fazem desde tempos ancestrais e se acentuou ainda mais esse consumismo nos dias actuais, havendo inclusive uma nota divulgada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, onde se diz que "as doenças transmitidas de animais para seres humanos estão em ascensão" e pioram à medida que habitats selvagens são destruídos pela atividade humana, sendo esse também outro aspecto da questão.
Lembro que nos ano 90, no Reino Unido, algumas pessoas começaram a apresentar sintomas de uma patologia neurodegenerativa conhecida por mal das "vacas loucas" ou doença de Creutzfeldt-Jakob, uma encefalopatia que afeta o gado bovino causado pelo consumo de rações à base de proteina animal sendo herbivoros.
A "doença das vacas loucas" foi assim originada pelos criadores de gado que adulteraram sua alimentação e depois sofreram os maus resultados dessa manipulação. Na altura muita gente deixou de consumir carne de vaca com receio de apanhar a BSE (encefalopatia esponjiforme) depois de terem morrido várias pessoas com o mal das "vacas loucas", mas tudo se esqueceu e voltou à 'normalidade'.
Mais tarde, no Sudestes Asiático (em 2005), surgiu a epidemia da "gripe aviária" que assustou o mundo, tendo sido abatidas milhões de aves para controlar a doença que também se transmitia aos humanos.
Em 2009, no México, uma outra epidemia, a "gripe suina", também baptizada por "Gripe A" (H1N1), se espalhou por 75 países, originando surtos da doença respiratória que afectou muita gente e levou a uma quebra enorme na venda de carne de porco. Na altura se venderam milhões de vacinas que entretanto os laboratórios fabricaram depois que a OMS declarou de Pandemia Mundial.
Mas foi em finais de 2019, que surge um novo "coronavairus" num mercado de animais na cidade de Wuhan, na China, que se espalhou pelo mundo inteiro por alguma razão, tendo encontrado no organismo humano terreno propício à sua 'incubação', sendo a actual Pandemia Covid-19 que está longe de estar controlada, tendo já infectado mais de 10 milhões de pessoas e matado 500.000 continuando a sua propagação.
Tudo isto tem uma causa comum associada à manipulação e consumo de animais na alimentação que outros tentam sempre justiticar com teses e teorias da conspiração. Mas o problema não se resolve dessa forma nem com vacinas, mas sim com uma mudança radical nos comportamentos humanos, em especial na alimentação.
Fica aqui mais esta dissertação.
Rui M. Palmela

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails