quinta-feira, 17 de julho de 2014

O FLAGELO DA SIDA CONTINUA



Segundo um relatório recente, o número de pessoas infetadas com Sida subiu para 35 milhões no ano de 2013, apesar de todas as campanhas no combate à doença que está longe ainda de ser controlada ou extinta da Humanidade, sendo pois um grande flagelo que já fez milhões de vitimas com tendências a aumentar.

O problema não está sendo resolvido pela Ciência e Medicina do século XXI que investem enormes recursos na investigação e descoberta de uma vacina ou medicamentos eficazes que seriam desnecessários talvez  se apenas se alterassem os comportamentos de ordem sexual que estão na origem de uma doença que anteriormente só afetava uma certa classe de indivíduos (os primeiros casos conhecidos surgiram nas comunidades gay nos EUA) tornando-se depois um problema em toda  a civilização por alguma razão.

Portanto, não basta distribuir toneladas de preservativos em festas e carnavais dos tempos actuais, nem produzem grande efeito as campanhas de informações e/ou educações sexuais  sobre uma doença que só acaba talvez quando os comportamentos de risco se alterarem, tanto nos hetero como nos homossexuais, não importando idades nem classes sociais.

Poderia aprofundar mais esta questão, mas penso que o flagelo da Sida (como outros) só acaba quando o homem viver neste mundo mais de acordo com sua verdadeira condição.

Pausa para reflexão!

Rui M. Palmela


4 comentários:

  1. Antonio Marialva19 julho, 2014

    Pois é...
    E o flagelo do Judeu dizimando mulheres e crianças palestinas humanas também...(pior que Hitler)...!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Antonio Maria Claret Soares de Marialva03 agosto, 2014

    Se o brilho do sol ao ALVORECER está a fenecer...
    Se o azul do céu está a enegrecer...
    Se a vida está a entardecer...
    Se todo o sonho está a falecer...
    Que importa, Rui?...Se tudo rui...
    Vidas...Sonhos...Esperanças...Amôres...Justiças...Verdades...
    Hoje soam como realidade virtual criadas por um Deus do Nada Virtual...
    Blasfêmia?...ou Grito de alerta!...aos demônios inferiores de um inferno secular que não se despreende da mesquinhez e do orgulho que amaldiçoa a raça humana atemporalmente agrilhoando-a a um destinal caminho geenal...Malditos demônios humanos que numa desmedida disfarsatez culpam Deus e Demônios Exteriores mesmo sabendo que Ambos são Vós Mesmos...

    Quanto ao infanticídio que está sendo perpretado pelo povo de Israel, esta é a segunda vez na história da humanidade. A primeira está descrita nas Escrituras Judaicas, desta vez está nos anais de nossa história actual. CERTAMENTE não haverá uma terceira vez...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Amigo e irmão d'alma Rui Palmela.
    Fica aquí minha última dissertação (caso o amigo não publique).


    ResponderEliminar
  3. Ou então agirem como seres humanos de verdade, tanto os homens como mulheres, que irão poupar a si mesmos muitos problemas, incluindo sida e outros problemas, que só afetam aqueles que não vivam em total harmonia com o desejado por Deus, por tanto cumprindo as suas capacidades de seres humanos de forma plena, e atualmente, conscientes do seu papel. Para quem agradece a Deus por lhe permitir tornar-se auto-consciente e quer de verdade compreender como tudo funciona, basta que peça de forma humilde a Deus por meio de pensamento transmitido por imagem(ns) que lhe mostre o verdadeiro caminho até ao Seu Reino Luminoso (e não acaso até ele próprio!).

    Uma coisa que me irrita é quando dizem no caso de pessoas que partem para o outro mundo... "que descanse em paz"... mas alguém pensa que quando se vai para o outro lado é para descansar? Ou está ativo ou não serve para nada e é um imprestável. É para ser ativo e continuar a trabalhar de forma alegre, em paz e sempre agradecendo a sua eminência Deus por lhe conceder auto-consciência e a possibilidade de colaborar na Sua grandiosa obra... na qual o próprio ser humano é do todo a menor parte.

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails